terça-feira, 28 de abril de 2020

Futebol: Clubes da Série A de RO pedem apoio financeiro a dois poderes

Recebi e publico o que se segue: as 11 equipes do futebol profissional de Rondônia, tomando por base o "caos financeiros" que se abateu nelas em virtude da paralisação do campeonato em sua 7ª rodada, em função da COVID 19 e do Decreto Estadual nº 24.919 de abril de 2020. 

Os 11 encarregados das equipes escreveram uma carta para Assembléia Legislativa do Estado de Rondônia e, outra para o Poder Executivo no caso direto ao Governador Cel Marcos Rocha, a ambos solicitação de apoio financeiro.

Para ALE-RO a carta está assim explanada:


a) Doação de R$ 50.000 por cada parlamentar totalizando R$ 1.200.000 para dividir entre as 11 equipes, dando R$ 109,09 mil/equipe;

b) As equipes disputantes do Brasileiro Série D, receberiam um adicional de R$ 150 mil/cada;

c) Mesmo valor de R$ 150 mil para a equipe que vai disputar o Brasileiro Feminino da A2.

Para o chefe do Executivo Estadual, não consegui detectar valores solicitados pelas equipes. Como está em pdf todo o arquivo, publico uma parte da carta somente.
(Parte da carta dos clubes a ALE-RO e Executivo)

domingo, 26 de abril de 2020

Que tal uma seleção de Goleiros, para comemorar seu dia!

Não tinha ideia do número de goleiros para homenagear no seu dia aqui no Blog. Falo dos "guardas-metas", como diz um amigo bem acolá. De todos no futebol rondoniense; desde Guido, Poroca, Mazaropi, Rodnei, Evandro, Gabriel Sarges, Ronier, Ronald Lage, Rocha e Dida.

Tem vários e vários, os três últimos citados teem nessa ordem um terço de todos os estaduais aqui do estado na era profissional: Ronald(1), Rocha(5) e Dida(4).

É mole. Nada, e olhe que o Dida está na ativa, pode muito bem se igualar ao Rocha.

E por que o dia 26 de abril? Esse dia foi escolhido para homenagear a data de nascimento do maior goleiro ainda vivo no Brasil: Hailton Corrêa de Arruda o MANGA, hoje completando seus 82 anos. Manga passou por uma cirurgia de próstata no final de 2019 no Uruguai, e vai se mudar para o Brasil. Detalhe: será o primeiro jogador de futebol a morar no retiro dos artistas, graças a Stepan Nercessian gestor do Retiro.

Das 11 equipes do estadual-2020 selecionei 22 goleiros, e com isso vale para todos. Na última vez que a bola rolou dia 15/03 foram esses - o primeiro é o titular de cada equipe:

PVH EC - Wellington/Gallo
Vilhenense - Gil/Gustavo Henrique
Real Ariquemes - William/ Dida
Ji-Paraná - Dida/William
União - Elias/Igor
CAP - Wesley/Elessandro
Guaporé - Robson/Lucas
RSC - Douglas Silva/Evan
Barcelona - Thiago/Deisisson
Genus - Gabriel Zocante/Gabriel Barros
GEC - Pedro Henrique/André Rocha

(Stepan Nercessian e Manga - foto: fogãonet)

(*) Para contribuir com o Retiro dos Artistas
Banco Bradesco
Agência: 2957-2
Conta Corrente: 2720-0
Casa dos Artistas
CNPJ: 39.140.264/0001-86

Rondoniense-2020 cumpre quarentena de "rombo"

E o nosso rondoniense-2020 hein. Pra começo de conversa um número de rombo - vem do bingo essa expressão "de rombo" - acabou que essa peste da coronavírus parou tudo na 7ª rodada, jogos de volta. Era pra este domingo(26), alguém está comemorando o título.

Ledo engano, exatamente dia 15/03 tivemos bola rolando, e dia 17/03 a bola se recolheu não só em Rondônia mas em todo o Brasil. No total 39 dias de uma quarentena - quarentena vem de 40 - sim. Mas que nesse caso da coronavírus poderia ser de 15, já que a doença se manifesta na pessoa em 15 dias. Mas uma vez, aliás mais de uma vez tivemos a suspensão da suspensão de decretos.

Hoje, 25 de abril apesar do nosso estado apresentar um pequeno número de infectados; 328 no total com 07 óbitos, comparado ao pais todo que é de 59.324 casos e 4.057 mortes. Mesmo assim considero muito difícil a bola rolar neste maio que se avizinha. Junho? Mais provável.

Só pra relembrar, no dia 15/03 por ocasião da 7ª rodada tivemos: PVH 2 - 0 GEC; Real 1 - 0 RSC; Vilhenense 1 - 0 Guaporé; CAP 3 - 2 Barcelona; folgou o Genus.

A classificação após esses jogos apontou: no grupo A, já classificado antecipadamente com 14 pontos para a semifinal o PVH EC. Sem chances de classificação somente o GEC com 04 pts e disputa 06.

No grupo B, todos com chances. Claro que o Vilhenense com 14 pts está mais próximo, porém, o Barcelona com 05 pts, e disputa 09 ainda está matematicamente no páreo. Faltam 03 jogos para o grupo B.
(Perdemos para o Coronavírus - foto: facebook)

quinta-feira, 23 de abril de 2020

Porto Velho EC comemora hoje seu 2º ano de fundação

Tem clubes de futebol que já nascem "gigantes". Ontem(22), foi o dia do maior campeão do estado apagar velas, 29 no geral - falo do Ji-Paraná FC -, hoje é a vez do simpático vermelho, azul e branco: Porto Velho EC a Locomotiva do Norte.

Exatamente no dia 23 de abril de 2018, à rua da Federação, bloco 14 aptº 202, Vila Militar 14 BIS, bairro Industrial, nascia o PVH EC com elaboração de Estatuto e, toda diretoria formada.
(Nascia o PVH EC dia 23/04/2018)

Ai começa a trajetória vitoriosa da Locomotiva
(PVH EC Feminino Campeão em 2018)

Em 2018 é Campeão invicto do estadual feminino, em 2019 vice-campeã.

Em 2019 e 2020 - nos dois anos de vida, duas semifinais - lembrando que em 2020 foi a primeira equipe a se classificar para a semi, são 6 jogos (4 vitórias, 2 empates e 77,8% de índice de aproveitamento).
(PVH EC de 2020, já classificado para semifinal)

Some-se ai os feitos pela base: 01 semifinal no sub-20(perdeu nos pênaltis), sub-17 semifinalista e no sub-15 uma semifinal (perdeu nos pênaltis).

Em nome do presidente Jeanderson Maranhão(f), esse põe o pé no acelerador e tem o espírito positivista desde os áureos tempos de 14 BIS, aliás, a base de tudo veio dai. O Blog parabeniza a todos que fazem essa Locomotiva andar tão bem nos trilhos do sucesso!!
(Presidente Maranhão, comando com firmeza o PVH EC)

(*) Fotos: do facebook do clube

domingo, 12 de abril de 2020

Imprensa Máster adia torneio em homenagem aos 80 anos de Walter Santos


Ele foi atleta como tantos outros, a diferença é que Walter Santos foi cracaço no futebol, futsal e voleibol, um esportista polivalente incomparável em Rondônia desde a época amadora ao profissionalismo atual.
(Walter Santos, o 2º da esq/dir - foto: Facebook/Anísio Gorayeb)

A taça Walter SANTOS, é o mínimo que a Associação Esportiva Imprensa Master de PVH encontrou para saudar a chegada de seus 80 anos neste dia 14 de abril. Porém, devido a pandemia do Coronavírus foi adida para outra data, ainda indefinida.
 
Em rápida reflexão, Walter foi jogador e campeão pelo Nacional de Manaus (juvenil), Vasco da Gama, Ferroviário e Moto Clube de Porto Velho-RO. Só não foi campeão pelo Vasco.

O Moto Clube foi o primeiro clube do norte a jogar no Maracanã, em l969, contra a Seleção da Petrobrás, na preliminar de Brasil x Colômbia pelas Eliminatórias da Copa de l970 que foi realizada no México, tendo Walter Santos feito um golaço de falta no empate de 3 x 3, com os aplausos de 160 mil torcedores.

Hoje, é o mais longevo radialista em ação (locutor esportivo – há 55 anos), apresentando o programa “Show de Bola” na Rádio Transamazônica FM. Fez parte de um grupo seleto de radialistas nas rádios Caiari e Eldorado do Brasil, formado por Walter Santos, José Ribamar, João Dalmo, Águido Melo, Miguel Silva, Silvestre Jonhson e Lucivaldo Souza, quando o futebol era tido  verdadeira ‘febre’ pelos torcedores de Flamengo, Ferroviário, Moto Clube, Botafogo, Vasco da Gama, Cruzeiro, Ipiranga e São Domingos, até 1988 quando o futebol amador deixou de existir dando lugar ao profissional.         

A Taça Walter Santos iria ser disputada neste dia 18 de abril, no campo do Ypiranga, pelos times que Walter mais se identificou ao longo de sua história: Ferroviário, Moto Clube, 9 de Julho e Seleção máster da Imprensa, para atletas de com idade mínima de 50 anos. Até a tabela já estava pronta e, em cada jogo, Walter Santos jogaria pelo menos 5 minutos. 
 

Tabela


9 horas – Seleção da Imprensa x Moto Clube      
10 horas  – 9 de Julho x Ferroviário
11 horas – Decisão entre vencedores
12 horas – Entrega de comenda, homenagens, parabéns pra você, saboreio do bolo de 80 anos regado a refrigerantes e cerveja.
Dos times convidados só o da Imprensa Master estaria com seus selecionáveis conhecidos:

Time da Imprensa Master


Jair, Esio Mendes, Ademir, Antonio Pessoa, José Dourado, Márcio, Águido Melo, Manoelzinho, Eder Rocha, Gilmar, Elton Leoni, Leirimar, Deco, Celestino e Assunção.

Autor: Águido Melo

terça-feira, 7 de abril de 2020

CBF doa R$ 19.120.000 para os clubes e federações da base da pirâmide do futebol brasileiro

A CBF - Confederação Brasileira de Futebol -, anunciou na tarde desta segunda-feira(06), uma ajuda financeira em forma de doação para 140 equipes das Séries: C, D, A-1 e A-2 (essas duas últimas do futebol feminino) e às 27 federações dos 26 estados e o DF. O valor total chega aos R$ 19.120.000. A verba já começa a fluir nos caixas, a partir desta terça-feira(07).

A distribuição ficou assim:

Série D - 68 clubes x R$ 120 mil = R$ 8,16 mi
Série C - 20 clubes x R$ 200 mil = R$ 4,00 mi
A-1(Fem) - 16 clubes x R$ 120 mil = R$ 1,92 mi
A-2(Fem) - 36 clubes x R$ 50 mil =  R$ 1,80 mi
27 Federações a R$ 120 mil dá um total de R$ 3,24 mi

"Vivemos um momento inédito, de crise mundial, cuja extensão e consequências ainda não podem ser calculadas".

"Nosso objetivo, com essas novas medidas, é fornecer um auxílio direto e imediato".

"Além disso, temos que seguir trabalhando para assegurar a retomada do futebol brasileiro no menor prazo possível, quando as atividades puderem ser normalizadas".

As três falas de Rogério Caboclo, presidente da CBF.

(*) Obs: para Rondônia nos dois meses entrarão

Ji-Paraná FC R$ 120.000
Vilhenense EC R$ 120.000
Real Ariquemes EC R$ 50.000
FFER R$ 120.000  


domingo, 5 de abril de 2020

DE CLIENTE A TERRORISTA EM UM ESPIRRO

Hoje precisei quebrar o isolamento social pela primeira vez em 15 dias, fui a um mercadinho-fruteira que fica na esquina de casa. No caminho, enquanto aguardava o intenso fluxo de carros passar, lembrei que havia esquecido meu lenço-máscara para cobrir o rosto. Relevei o caso e pensei: "basta manter distância das pessoas e torcer para que ninguém espirre."

O mercadinho-fruteira é pequeno, comércio familiar local, é o melhor lugar da cidade para comprar frutas, verduras e legumes, mas vende também suprimentos básicos. Quando entrei, encontrei cinco funcionários e mais cinco clientes, número razoável e seguro para o tamanho do ambiente.

Reparei que um funcionário varria o chão, o que me pareceu ser um bom sinal. Parei para escolher batatas e logo uma senhora, literalmente, colou em mim. Eu olhei para ela como quem diz: "a senhora vai ficar mesmo colada em mim?"...

A senhora despertou para a vida e se descolou, seguiu suas compras. Fomos nos encontrar novamente lá na seção dos abacates, no fundo do mercadinho. Eu aguardava, à distância, o senhor que calmamente apertava a todos os abacates, para em seguida poder escolher o meu. Nisso, a mesma senhora se aproximou novamente, sem a menor noção da nova etiqueta social e do perigo que ambos corremos.

Olhei para ela com vontade de esterilizar ou exterminar a pessoa com os olhos, o que a fez relembrar que não estamos em tempos de aproximação social. Pus-me a refletir: "mas será que essa gente não está ligada no que está acontecendo? Em que mundo vivem???"...

Peguei meu abacate e dei dois passos à frente. O rapaz que varria o mercadinho estava vindo em nossa direção e sua atividade estava levantando poeira; foi inevitável. Em uma fração de segundos veio uma vontade irrepreensível de espirrar, passou um filme na minha cabeça, mas o máximo que consegui foi espirrar para o lado com a proteção do cotovelo: AAAAaaaaattttccchiiiinnnnnn!!!!!!

Fez-se um silêncio sepulcral...

A eternidade do momento é indescritível. Quando eu levantei a cabeça estavam todos estáticos, me observando catatônicos e com olhos esbugalhados. Em questão de segundos eu me transformei de um simples cliente a terrorista altamente perigoso.

Em minha defesa, só consegui balbuciar: "Rinite! Gente, é rinite! Por causa da poeira"... mais aliviadas, as pessoas voltaram a se mexer e fazer suas compras. O rapaz com a vassoura olhou para um outro funcionário e resolveu parar, pelo menos enquanto eu estava por ali.

O calvário dos abacates até o caixa foi terrível. Até que eu conseguisse pagar e sair do mercadinho eu não consegui ficar imune aos olhares suspeitos de todos. No caminho de volta para casa não parei de pensar: "e se fosse outra pessoa que tivesse espirrado, como eu ia me comportar?"

Honestamente não sei; mas, provavelmente, iria entrar em estado de atenção redobrada, voltaria para casa para buscar meu lenço-máscara, vestiria uma roupa de astronauta com cilindro de oxigênio e iria pensar muito se voltaria para fazer as compras.

Que tempo estranho esse que vivenciamos, onde um espirro na fronteira oeste do Rio Grande do Sul pode causar o caos lá no oriente ou vice-versa. Melhor ficar em casa o máximo possível e se precisar muito sair, use máscara, luvas e evite espirrar em público. Foi o que aprendi na minha primeira desventura fora de casa nessa quarentena.

Autor: Marco Bonito - Profº/Dr em Comunicação Social com ênfase em Processos Midiáticos - Unipampa e Unisinos -, também torcedor da S.E. Palmeiras.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Sete Clubes e um destino

Na tarde desta terça-feira (31/03) a diretoria da FFER – Federação de Futebol do Estado de Rondônia realizou reunião por vídeo conferência com os presidentes dos clubes, sobre o campeonato Rondoniense 2020.
Devido à pandemia do COVID-19 que culminou na paralisação do campeonato estadual 2020 desde último dia 18/03 a entidade reuniu os representantes dos clubes para uma reunião por vídeo conferência e estiveram presentes; Atlético Pimentense, Porto Velho Esporte Clube, Sport Club Genus, Real Ariquemes, Ji Paraná Esporte Clube, Vilhenense Esportivo Clube e Sociedade Esportiva União Cacoalense juntamente com a diretoria da entidade. Na oportunidade foi discutido sobre os próximos passos em relação ao andamento do campeonato estadual, onde os presidentes foram ouvidos e houve intenso debate sobre o assunto.
Ao final tendo em vista a preocupação demonstrada por todos, ficou definido que o campeonato deve permanecer paralisado, obedecendo aos decretos em vigor e que somente voltam a se reunir no início do mês de maio, ou caso haja alguma mudança positiva no atual decreto.

Texto e Foto: Comunicação da FFER

CBF publica novo calendário para o futebol 2020, e o Jipa começa em setembro na Série D

A CBF publicou nesta quinta-feira(9), o calendário revisado de suas competições profissionais masculinas para 2020. A revisão deveu-se em fu...