sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

DEZOITO FEDERAÇÕES DESPORTIVAS REÚNEM-SE COM A SECEL E APROVAM TODAS AS PROPOSTAS

Pronto! Era o que faltava – uma proposta concreta do governo para as federações alavancarem o desporto do estado. O encontro de quinta-feira da equipe da SECEL com os dirigentes das federações desportivas transformou-se numa unanimidade: Dirigentes de 18 federações presentes aprovaram in loco as propostas apresentadas.

O secretário Chicão iniciou a conversa com as entidades expondo aos dirigentes o que o Governador Confúcio Moura pretende a partir deste ano na área esportiva. Após algumas considerações sobre as dificuldades enfrentadas no ano anterior, disse: “O que nos conforta é o presente e as grandes perspectivas para o futuro do esporte no Estado de Rondônia. Concito às Federações a “desarmarem-se”, desconsiderem o âmbito político e olhem para o horizonte esportivo que a partir de hoje se descortina.

 Federações fortalecidas, quem ganha é a população de todo o Estado. Faremos uma grande reviravolta no esporte, tendo como um de seus objetivos a formação de atletas de alto nível, visando as Olimpíadas de 2016. Não podemos ficar reféns de organizações da sociedade civil que se alimentam das críticas e nada constroem. Iremos deslocar esse foco para quem realmente constrói para o futuro. Oferecemos aos senhores três pontos para pactuarmos: 1- Subsídio das ações; 2- Apoio nas realizações de competições e 3 - Investimentos na infra estrutura em todo o Estado, muito embora com algumas situações limitadoras. Mas mesmo assim o faremos”, comentou. 

 Antes de encerrar, deixou claro que a reestruturação vai depender também de cada federação cumprir sua parte para obtenção de recursos oficiais.  
Num diálogo mais prático, os técnicos José Carlos, Amilcar Profeta, Ilmar Esteves, Sergio Sobreira e Neymário Cunha expuseram as idéias do governo de reestruturar o esporte, cabendo as federações cumprirem com suas obrigações.

Foram duas horas e meia de discussões e exposições de idéias, o bastante para todos considerarem ter chegado o momento de uma nova era esportiva. Desse e de outros encontros, surgirá o calendário da SECEL para 2012.

A nova equipe esportiva da SECEL foi ao encontro com uma proposta realista, prática e irrecusável, a ponto de os dirigentes terem se surpreendidos com as exposições além de suas expectativas, considerando tantas outras já realizadas em administrações passadas, sem futuro da atual.

 O que disseram os dirigentes do encontro

Seloí TottiFederação de Judô: Precisávamos de uma proposta desse nível, especialmente por envolver recursos para a realização de competições, considerando as entidades não possuírem receitas próprias para o fomento desportivo.

Denoci WallaFederação de Ciclismo: Pela exposição apresentada pelos técnicos caberá a nós, dirigentes, cumprirmos as obrigações necessárias. O dinheiro está alocado, só depende de cada federação.

Walter BrasilFederação de Atletismo: Há muito tempo não tínhamos propostas tão concretas para desenvolvermos o desporto como a que ouvimos da SECEL. Precisávamos disso, de projeto palpável e cristalino para trabalharmos.

Rames FonsecaFederação de Tênis de Mesa: Foi um encontro bem proveitoso. Pela proposta apresentada caberá a cada entidade fazer sua parte. Temos agora um planejamento concreto.

Róbson OliveiraFederação de Taekwondo: Desta vez o governo deu prova de radical melhora no esporte. Acho que atendeu as aspirações das federações. Ficamos satisfeitíssimos com as explanações da SECEL. 
                      
Edilson FrançaFederação de Basquete: Esse encontro foi um salto de qualidade. Pela primeira vez saio de um encontro desportivo ciente do compromisso verdadeiro para com o desporto. O dinheiro de apoio está na conta, só depende das federações trabalharem e buscarem o cr édito disponível. 

Nadylson MarcelinoFederação de Natação: Era isso que faltava – propostas concretas, verdadeiras. Projeto de futuro. Eu já esperava uma virada com a ida de José Carlos e o Profeta para a gerência de esportes da SECEL. Estou contente com que ouvi e motivado com melhore s dias para a natação.
 
Propostas do governo para o esporte

  Prioridade às ações das Federações;
 Repasse anual de R$ 60.000,00 para cada  federação, (desde que estejam legalizadas);
Participação das federações, entidades representativas do esporte e prefeituras do Estado no edital de seleção pública de projetos esportivos e de lazer;
 Disponibilizar técnicos da gerência de esporte da Secel às federações, assessorando e orientando aquelas que se encontrem com dificuldades para regularizarem-se;
 Disponibilizar cerca de R$ 2.700.000,00 para que as Federações possam desenvolver ações.                               
Estabelecer a Política Estadual do Esporte e Lazer;
Ofertar Cursos de Capacitação Técnica para profissionais que trabalhem com escolinhas de formação;
Ofertar Cursos de arbitragem e mesário para todos os interessados.
Realização do seminário de atualização e captação de recursos, em parceria com a ARLER, no mês de abril/2012;
 Realização do JIR/2012 – com previsão para o período de 1 a 8 de setembro. Parcerias com as prefeituras para o desenvolvimento de escolinhas diversas. 
Oferecer condições para o funcionamento do Conselho Estadual de Esportes; 
Estabelecer parcerias com as Instituições de Ensino Superior para as ações afins.  
 Regulamentar a Lei de Incentivo Estadual de Esportes.

Fonte: SECEL
Autor: Águido Melo e Luis Carlos Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arbitragem para 4ª rodada

A 4ª rodada do estadual-2020, dará continuidade neste próximo final de semana com: um jogo no sábado(22) e quatro no domingo(23). Seria a r...