segunda-feira, 18 de julho de 2011

Gênus faz cinco no Santos pelo Sub-18

Teve início na tarde deste domingo (17), o Campeonato Rondoniense de Sub-17/18 promovido pela FFER com dois jogos, na Capital o Sporte Clube Gênus iniciou com tudo e fez logo 5 a 4 em cima do estreante Santos PVH.

Nos primeiros minutos de jogo quem comandou foi o alvinegro Santos. Aos poucos o time grená Gênus foi tomando conta do jogo, e aos 6 min de falta Ítalo (Gen) bateu de pé esquerdo fazendo com que o goleirão Juliano (San), espalmasse a escanteio.

Até os 16 min o Gênus sempre criando boas chances de gol, sempre em bolas pelo alto procurando o grandalhão camisa nove Gabriel. Aos 18 min mais uma vez Juliano coloca a escanteio em favor do Gênus.

Aos 25 min em bela trama criada pelo meio e ataque do Gênus, com Ronan e Alex que deixou Gabriel na cara do gol, sem chances para o bom goleiro do Santos. Estava nascendo o primeiro gol da bela tarde no Aluizão. Santos 0 x 1 Gênus.

O Gênus continuou a atacar. Jogadas bem tramadas em cima do lateral esquerdo santista. Em um desses ataques, a defensiva do Santos coloca a escanteio. Aos 27 min justo num escanteio o lateral Rafinha do Santos, atabalhoadamente faz contra seu patrimônio. Santos 0 x 2 Gênus.

Aos 31 min o também estreante técnico do Santos Guido Quêtto, tira o lateral esquerdo Bolívia e coloca Bob. Equilibriou o setor, a resposta vem aos 33 min quando Evaldo (San) sobe mais que a defensiva do Gênus, e de cabeça diminui. Santos 1 x 2 Gênus.

Aos 38 min acontece uma falta em favor do Santos, barreira formada, goleiro no meio do gol. Mas foi ali mesmo no meio que o ótimo camisa 10 do Santos, mandou um torpedo o goleiro Uende (Gên) não viu nem a cor da bola, era o empate. Santos 2 x 2 Gênus.

E quem estava sofrendo com a seleção brasileira, somente no empate com o Paraguai perdia justamente um bom jogo de futebol, neste momento com quatro gols assinalados e vários defendidos principalmente pelo goleiro santista. Vamos para o final do primeiro tempo.

Ora sem antes anotar que, logo depois do empate veio a melhor jogada do Santos numa demonstração de que treinamentos estão ocorrendo, foi a jogada do terceiro gol santista. Triangulação perfeita pela esquerda com Paulista, Diego e Gustavo. Coube ao Gustavo completar ao fundo da rede adversária seu segundo gol, a virada de seu time. Santos 3 x 2 Gênus.

Final do primeiro tempo: Santos 3 x 2 Gênus.

Segundo tempo. Logo aos 3 min ataque do Gênus, bobeada geral da defesa santista e Ronan chuta de pé esquerdo, empatando o jogo. Santos 3 x 3 Gênus. Nestas alturas, o equilibrio prevalecia, o Gênus se defendia mais. Sair somente na boa "era o comando do técnico Zé Francisco do Gênus".

Pelo lado alvinegro o empate não era suficiente. Guido pede que o meio-campo aproxime-se mais do ataque, dito e feito numa dessas aproximações o centro-avante China leva para o lado esquerdo e de pé esquerdo manda uma bomba a meia altura, estava desempatado o jogo. Santos 4 x 3 Gênus.

Enquanto isso lá pela Copa América, uma seleção que já foi do Povão brasileiro estava sendo desclassificada nos pênaltis. E aqui, eu tive o prazer de ficar lado a lado com a treinadora do time feminino do Santos. Sim, ela mesmo a Tiaia que gentilmente aceitou o convite do delegado do jogo e assistiu os 90 min ali da pista do Aluizão. E como torce pelo bem de seu Santos PVH.

Falando em pênalti, assim como bobeadas da defensiva do Santos, aos 26 min o zagueiro Evaldo comete um bem bizarro - acho até que o árbitro foi muito rigoroso -, e o atacante do Gênus muito "artista", enfim, marcado a falta foi lá Ronan de pé esquerdo gol. Não valeu, porque um atacante do Gênus invadiu a área, volta então a cobrar o mesmo Ronan no canto esquerdo e gol do Gênus. Santos 4 x 4 Gênus.

Agora quem não queria o empate era o Gênus. E aos 42 min da etapa final, jogada bem trabalhada pelo time grená, sobra para Maicon camisa oito fazer o quinto gol do Gênus e o nono do jogo todo, estava decretado os três pontos para o Gênus. Final, Santos 4 x 5 Gênus.

Algumas observações:

Pelo time do Santos, destacar a boa atuação do goleiro Juliano (e olhe que tomou cinco), do Gustavo, Diego, Paulista (até quando teve gás) e o Breno que entrou em seu lugar. Já a defensiva do Santos tem que melhorar muito.

No Gênus, destacar: Ronan (autor de dois gols), Ítalo (bate bem com a canhota), Alex (joga muito o número 10) e Gabriel (centroavante grandalhão e lutador).

Próximo jogos: dia 24/7 Gênus x Ariquemes - folga o Santos.

Ficha Técnica de Santos PVH 4 x 5 Gênus
Data: 17/07/11
Estádio: Aluizio Ferreira
Categoria: Sub-18 - 1* Rodada

Árbitro: Arnildo Lino dos Santos
AA1: Túlio Sobreira
AA2: Evandro Sá

Santos: Juliano; Rafinha, Rafael, Evaldo, Bolívia(Bob)(Welington), Hudson, Suelington, Diego e Gustavo; China e Paulista(Breno). Téc. Guido Quetto.

Gênus: Uende; TJ, Alex Souza, Renan, Italo, Gelson(Josivan), Ronan, Maicon e Alex; Gabriel(Savinho) e Jorge Luiz(Luan). Téc. Zé Francisco.

Gols: Santos(Evaldo 33/1t, Gustavo 38 e 39/1t, China 19/2t), Gênus(Gabriel 25/1t, Rafinha(contra aos 27/1t, Ronan 3 e 26/2t e Maicon 42/2t).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sem papas na língua: presidente do Ji-Paraná FC mostra transparência na gestão do Galo da BR

Em entrevista concedida ao Radialista Jota Lima, à noite desta quarta(17), o jovem presidente do Ji-Paraná FC José Carlos Victor, foi enfát...