terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Jackson Pereira, chegou para o Cacoalense

A mudança é grande na SE União Cacoalense. Desembarcou na capital de Rondônia, o atleta Jackson Pereira dos Santos, 23a, volante moderno que joga inclusive de ala.

Clubes em que o volante/lateral, já atuou: Olaria AC em 2013/18;
Trindade AC, temporada 2015/16 e Cascavel Clube e AC Iranduba, em 2018/18.

Foto acima: Jackson Pereira, 1,80m e 75kg ao lado de Welmer Bueno.



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

União Cacoalense: começa a semana com quatro reforços

Já madrugada de segunda-feira(25), e quem encontro no aeroporto Internacional Jorge Teixeira, ele sim Welmer Bueno já vestindo o manto da SE União Cacoalense.

Claro que o papo gira em torno do bicampeão de RO, e o Welmer diz: "Olha Luís estou invicto no futebol daqui, e pretendo continuar".

Nesse momento o Consultor Esportivo do verdao, já mostrou que veio receber 4 reforços. E atenção; de primeira pra vocês:

Alexandro(atc),23a, 1,73m e 70kg, começou no Vila Nova de GO.
Marcelo (zag),24a, 1,86m e 81kg, começou no Atlético de GO.
Jadson (vol), 24a, 1,80m e 77kg, começou no Trindade de GO.

O 4° reforço chama-se Alisson Mineiro (meia) de 34a, 1,70m e 70kg, jogou em 2018 pelo Jipa.

Agora podem passar à frente
(*) da esq/dir conf., está no post


domingo, 24 de fevereiro de 2019

Fim da 4a rodada, caiu mais um invicto

E assim caminha o rondoniense-2019. Disputada a 4a rodada neste sáb é dom com a média de gols bem aproximada dos gols da 1a.

Resultados e número de gols das três primeiras da tabela.

PVH EC 2-0 RSC
GEC 0-1 GEN
BARÇA 2-4 VILH é
JIPA 2-1 GUP.

Foram 12 gols assinalados com média de 3,0 gols/Jogo.

Os três principais ataques, são;
1°] Guaporé 8 gols;
2°] PVH EC com 7 gols; e
3°] Jipa com 6 gols
(*) invictos: PVH EC, JIPA é REAL.

Rondoniense bombardeia, mas quem ganhou foi o PVH EC

Na verdade a expressão: "quem não faz leva", nunca foi tão bem aplicada como no jogo PVH EC 2-0 RSC.

A partida foi disputada à noite deste sáb (23), no Aluizão. Este que foi o primeiro jogo da 4a rodada.

O time periquito dessa vez criou, chutou a gol, perdeu, chutou bola na trave.

Enfim, foi um bombardeio, onde o craque Pither brilhou.  Mas, do outro lado um PVH com cara e sorte dos iluminados.

Aos 13' do primeiro tempo, Dudu partiu de frente para o Dida, demorou e  chutou por cima do travessão.

Aos 21' Erlison, só ele o goleiro, a bola e a consagração. Como diria Sandeimar Medeiros  - errou, Dida cresceu na frente, esticou tanto a perna que abriu a virilha esquerda.

E vão contando:

Para a segunda etapa, na saída de bola, aos 53" (Isso mesmo), antes do minuto inicial Pither, no pé bom mandou por cima do travessão.

Aos 2' Yuri de falta quase que pega Gabriel Sarges desprevenido.

Aos 3' foi a vez da trave salvar abertura do placar, com ele o craque da 10 Pither.

Aos 5' foi o PVH após escanteio em seu favor, a bola foi chutada e William espalmou.

Aos 12' mais uma chance de gol desperdiçada pelo RSC.

Aos 14' PVH, saiu bem o goleiro William.

Aos 19' tabela com Bibio e Pither, esse chutou a gol.

Aos 29' contra ataque do RSC, a bola sobrou para a canhota mágica do Pither, ele simplesmente deu voltando mas, para o adversário.

Aos 38' quando já se considerava o zero a zero um placar razoável.Veio a categoria, experiência e insistência de um Guarate, ele faz uma diagonal levando fácil para o bico da grande,  e com o pé cego. Sim o canhoto, chutou sem chances para o excelente William. Era o 1 a 0 PVH EC.

Nessas alturas de jogo, com o placar em seu favor, era só cozinhar o galo  - melhor, o periquito.

Mas quem tem um Guarate, um Alex,  Robby, Cabelo e Fernandinho.  Pode mandar escolher a bonita camisa.

Pois saiu dele o baixinho bom de bola Fernandinho o gol dos 2-0, pode-se afirmar: uma réplica do gol do Guarate.

Fernandinho fez gato e sapato da defesa do periquito, grita o torcedor da Locomotiva: "passou até pela diretoria e colocou na costura, canto esquerdo do William". Era os 2 a 0.

Mais...,

Nota 10 para a arbitragem, é o que sempre digo: façam um plano de jogo, sem querer protagonismo, as coisas acontecem.

Público: apesar de mentiroso no número divulgado, excelente para 1827 presentes (será que com esta história de laudos, diminuiu, apertou os locais).

E falando em Laudos, a história do foguete afinal prenderam ou não o fogueteiro?

Por último, pedir que a direção do periquito segure um pouco mais o treinador Lancuna (gosto do trabalho dele), é ofensivo, martelou o quanto pode em cima do PVH EC.

Ah, e como joga bola esses baixinhos: Fernandinho e Pither.

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Ufa! BID desta sexta-feira,22, com seis atletas

A espera finalmente foi comemorada, falo da equipe do Barcelona que teve 4 atletas liberados para o jogo contra o Vilhenense no domingo.

O BID-CBF, encerrou a semana com 7 atletas para RO, assim distribuídos: 4 para o Barcelona, 1 para o Vilhenense, 1 liberado pelo Avaí e 1 para o Genus.

Para o aurigrená o zagueiro Vagner Leonardelli é o felizardo.

União Cacoalense contrata três do Vila Nova-GO

Uma reviravolta pelos lados do União Cacoalense, após três jogos e três derrotas, o presidente do bicampeão rondoniense Marcos, contratou logo três novos componentes para alavancar o time da capital do café.

Vamos aos nomes e um breve currículo: treinador saiu Simonio Veiga e chega Hermógenes Neto (multicampeao pelo Vila Nova de GO, nas categorias de base), assim como campeão pelo time de cima e, com um acesso da Série C para a B, com o Dragão.

Tem mais; saiu Silvao e chega Elias Santana (vem lá do centro-oeste, ele que já foi campeão pelo RSC), será o auxiliar do Hermógenes Neto.

A 3a contratação, esta não saiu ninguém, pelo contrário chega um cara super preparado e conhecedor do ramo, trata-se de Welmer Bueno.

Welmer andava meio afastado, pelo menos na capital de RO, um estudioso não para de fazer cursos, vem como consultor esportivo.

Bola branca para a direção do União, não deu liga com o pessoal de casa - infelizmente o pau quebra para quem?

O time folga nesta 4a rodada, porém, já tem batata quente na semana do carnaval, e logo contra o Barcelona em casa.

Alô moçada ainda tem aquele famoso selva alguma coisa por aí? Sei não heim.

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Fledes Rodrigues Santos, apita: PVH EC X RSC

Pois é, para o jogão de bola deste sáb(23) entre: PVH EC e RSC, o árbitro central é Fledes R. Santos seus assistentes; Adenilson Barros, Cristiano Pereira, o quarto árbitro,  é o versátil, que escreve tão bem.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Copa do Brasil Sub-20: Real Ariquemes x Horizonte (CE)

A CBF divulgou nesta seg(18), as 32 equipes que irão disputar a Copa BR Sub-20.
De RO, o Real Ariquemes será nosso representante.

O rubro negro do Vale do Jamari pega uma pedreira em seu caminho, o Horizonte FC município que fica a 40km da grande Fortaleza.

Os jogos da 1a fase serão disputados em partida única. Em caso de empate, pênaltis.

São 32 equipes - 27 campeões estaduais e mais 5 federações melhores ranqueadas.

Horizonte x Real, ou Real x Horizonte, o sorteio do mando de campo será quinta(22), às 10h(RO).

domingo, 17 de fevereiro de 2019

Neneca ganha de Lancuna na parte tática

Ainda do deste sáb,16: RSC 1-1 GEC.
Muita gente me cobrando análise. Sem computador e net fica difícil...,
..., mas vamos lá:

Campo encharcado - ah, para os dois -, sim, verdade, mas para um time leve como o RSC a coisa piorava.

Faltou: tocar mais a bola, muita ligação direta, e o mal da juventude querer resolver sozinho

Quanto ao GEC, aproveitou mais essa situação, muita garra, força física. Primeiro tempo apesar de levar gol antes dos 2' de jogo, o time foi se equilibrando e  chegou ao empate, ainda no 1° tempo.

Dos goleadores

Souza para o RSC a 1'30" e  Thaylan empatou aos 37.

Dos treinadores

Lancuna trabalha com o que lhe ofereceram (Um sub-20 melhorado. Entendo que a cobrança tem que ser minimizada, mas não posso deixar de falar na saída do Pablo e  Souza (este sou fã,  mas ontem pisou feio na bola), no banco já substituído deu uma bronca na arbitragem principalmente na assistente Márcia Caetano.

Já o Prof Neneca trabalhou direitinho, no intervalo e já com 1 a 1 Ele disse: "vou manerar o ímpeto da moçada, e assim foi feito".

Da arbitragem



sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

Periquito convoca 18 para este sábado

Prof° Lancuna entra com força maxima para tentar conquistar três pontos, diante do Guajará-mirim.

De portões fechados ao público, RSC convoca 18 atletas para logo mais às 20h, enfrentar o GEC.

Confira

Willian e Neldo(gol), Tonhão, Lucas e  Gabriel Leandro(zag), Yuri é Giovanni(lat), Éder Jr, André Henrique, Carioca e Fred(vol), Pither é Matheus Castro(meis), Pablo, Souza, Amarildo, Erlisson é Dudu(atc).

A partida contra o GEC, terá transmissão da webradio Capital FM em conexão com: site futebol do norte e Rádio Parecis FM 98.1

Portões Fechados: Rondoniense culpa a SEJUCEL

Rondoniense Social Clube emite nota de esclarecimento, em relação aos portões fechados ao público para o jogo contra o GEC, neste sáb(16).

Um dos principais itens o RSC diz que sempre foi parceiro do órgão estadual e, recebe uma notícia dessa.

Por outro lado, e o mais grave (no entender desse velho blogueiro), diz respeito: "foi nós solicitado um valor financeiro para a compra de equipamentos, e o laudo sair mais".

O blog conversou com Jobson Santos sobre essa possibilidade, ele nos respondeu:"olha Luís convoquei as três equipes para ser rateada entre elas o valor de R$ 800 e, comprarem essa peça ".

Sabe quantos foram? Somente o PVH EC e o RSC, ficaria pra ser exato $ 266,66... p/cada equipe.

"Fui surpreendido com essa nota do RSC, mas foi bom para levantar essa problemática de uso do Aluizão  e Biancao no prox ano."

Qual o custo para o estado em toda  rodada, quanto custa abrir os portões ao grande público. O governo gasta 6 mil/mês para manter o Aluizao ativo.



quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Arbitragem para 3ª rodada do estadual rondoniense

Os árbitros e assistentes que irão atuar na terceira rodada do Campeonato Rondoniense de Futebol Profissional – Série A, foram sorteados na manhã de terça-feira (12/02) pela Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER).  O sorteio contou com a presença da Srª Silvana Ferreira e do presidente da CA o Sr. Almir Belarmino Caetano.
Confira a escala:
Rondoniense X Guajará - dia 16/02, às 20h - Estádio Aluizão – Porto Velho.
Árbitro – Jonathan Antero Silva
Assistente 1 – Marcia Bezerra Caetano
Assistente 2 – Edson Paulino Freire
4º árbitro –  Marcos V. Monteiro
Vilhenense X União Cacoalense - dia 17/02, às 10h - Estádio Portal da Amazônia – Vilhena.
Árbitro – Mario Roberto A. Costa
Assistente 1 – Renato Aparecido dos Reis
Assistente 2 – Gilmar Holanda
4º árbitro – Jurandir Lico de Camargo
Guaporé X Barcelona - dia 17/02 às 16h - Estádio Cassolão – Rolim de Moura.
Árbitro – Fledes Rodrigues Santos
Assistente 1 – Adenilson de Souza Barros
Assistente 2 – Rosildo Aparecido Alexandre
4º árbitro – Lindomar Kuhn
Real Ariquemes X Genus - dia 17/02 às 17h - Estádio Gentil Valério – Ariquemes.
Árbitro – Mezaque Guimarães Rosa
Assistente 1 – Joverton Wesley Lima
Assistente 2 – Celio Silva Santos
4º árbitro – Maicon Pessoa de Souza
Fonte: FFER

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Estádios: Aglair Tonelli e João Saldanha, citados em súmula pelos árbitros

Como é que pode. Para esta 2ª rodada do rondoniense-2019, três estádios foram liberados ao público. Pela ordem: Portal da Amazônia (Vilhena), Aglair Tonelli (Cacoal) e João Saldanha (Guajará-Mirim), porém, conforme as súmulas on-line, em dois deles foram citados alguns problemas pelos árbitros.

Vejamos

Estádio Municipal João Saldanha/Guajará-Mirim

Árbitro: Fledes Rodrigues Santos (CD/RO) em Ocorrências/Observações
- Informo que foi expulso o Sr. Luis dos Reis Gonçalves, téc. do Real Ariquemes, após o término da partida o mesmo adentrou o campo de jogo em direção ao árbitro, e proferiu as seguintes palavras "você está de sacanagem, vocês da federação fazem o que quer".;
- Informo que não foram pagas as taxas e diárias da equipe de arbitragem;
- Informo que não há iluminação nos vestiários dos times e dos árbitros.

(*) Não houve expulsões. Aplicados cinco cartões amarelos

Estádio Municipal Aglair Tonelli Nogueira/Cacoal

Árbitro: Sidnei Pereira Oliveira (FD/RO) em Ocorrências/Observações
- Vestiário da arbitragem abafado. O banheiro do vestiário da arbitragem não estava funcionando, pois vazava água por baixo quando acionava a descarga.

(*) Não houve expulsões. Aplicados seis cartões amarelos

Já no Aluizio Ferreira, no jogo: Genus 1-1 PVH EC, arbitrado por Salvino Rosa da Silva (FD/RO), ele aplicou seis cartões amarelos, nenhum vermelho. Porém, no ítem ocorrências/observações um fato chama atenção; "informo que no 2º tempo de jogo, houve um atraso de 05 minutos devido a equipe do Genus retornar ao campo de jogo."

Foram esses os dados das súmulas de três dos quatro jogos - falta o jogo no Portal da Amazônia, entre Barcelona e Ji-Paraná. 


domingo, 10 de fevereiro de 2019

Gabriel Manauara acrescenta mais um título ao seu cartel

Notícias boas vem do Jiu-Jitsu através do nosso Gabriel, ou melhor, Manauara que arrastou o BFC - Bodão Fighting Championship de MMA em sua categoria, o evento foi em Rio Branco-AC no dia 7/2 da semana passada.

Manauara que já esteve no Esporte Show, possui um cartel de 13 lutas - entre Jiu-Jitsu, Luta Livre Esportiva e sem Kimono - e, esta de MMA. "Meu foco agora passa a ser o MMA, e pretendo chegar ao UFC." Falou ao Blog.

Gabriel Manauara, está com 17a, pratica Jiu-Jitsu com o Profº Rodrigo Reis e, MMA e Muay Thai com o Profº Henerson Nenem da Sparta.
(Manauara(p) começa bem no MMA - foto: arquivo pessoal)

Por incompatibilidade de gênios, Viviane Almeida deixa o Barcelona FC

A notícia correu rápida na manhã deste domingo(10), e veio lá do cone sul do estado; Viviane Almeida até então com uma função super importante no atual vice campeão Barcelona FC, pediu DESLIGAMENTO da equipe de forma irrevogável, com toda responsabilidade dela.

O Blog ouviu as duas partes envolvidas - presidente José Luiz Pereira e, claro a Srtª Viviane Almeida.

"Na verdade eu tive de me ausentar do clube na terça-feira, o dia todo em função de está acompanhando minha esposa num pequeno procedimento cirúrgico. Na quarta-feira(6), ao voltar à labuta diária, fui surpreendido com a maneira hostil e deselegante como fui tratado pela Viviane. Na frente de vária pessoas da parceria." Disse José Luiz ao Blog.

"Na verdade Luis o Barcelona está passando por um momento de transição, onde não se sabe quem manda. Pra gente que já trabalha a muito tempo no futebol, fica difícil com um grupo inchado, um local sem paz, sem vibração, sem organização. Ainda mais eu que gosto de trabalhar apresentando resultados e de forma organizada."

"Pedi desligamento na sexta-feira(8), quando consegui fazer o último registro no BID. Pediram pra eu não apresentar o documento naquele dia e, somente após o jogo. Coisa que faço agora, saio de cabeça erguida e agradeço ao clube." Palavras de Viviane ao Blog.
(Desligamento de Viviane Almeida do Barça - Clique na foto p/ampliar)



Porto Velho EC ganha, está 100% e a Torcida faz até trenzinho

Mais um jogaço no velho Aluizão, neste sábado(9) à noite. Genus e PVH duelaram pela primeira vez na história de ambos, o placar final ficou com a Locomotiva do norte com um magro UM a zero, ainda mais de pênalti. Sim um "magro" placar graças aos goleiros. Explico já.

Acontece que um fato está chamando atenção entre PVH EC e seus adversários - a pré-temporada, enquanto o time militar trabalhou em torno de 45 dias -, seus quatro companheiros do grupo a metade disso (o Genus nem isso).

O preparo físico prevalece, a vontade de ganhar está na cara de cada atleta tricolor. Ainda uns cinco fora de série, a receita é esta: dois jogos, duas vitórias, seis pontos ganhos e, sem medo de afirmar com 46,2% de porcentagem de já está na semifinal.

Isso pode mudar? Sim, e quebrar de vez as previsões deste matemático metido a besta - para isto dos seis jogos restantes, perder todos -, se empatar todos daqui pra frente, mesmo assim periga se classificar com 12 pontos. Mas o número mágico é 13 pontos.

Mas, e o jogo cara-pálida

Tanto no início do primeiro tempo, como no segundo o time Aurigrená começou muito bem. Na primeira etapa as forças se equilibraram até os 15', Aos 19' falta cobrada pelo PVH, goleirão Douglas Silva bateu "roupa".

Aos 21' Alex chutou forte a bola bate no travessão de Douglas e ele colocou a escanteio; aos 30' Ávila só ele, o goleiro e a glória - faltou a velha "caté", ah saudades do M9 -, Ávila atrasou para o goleirão Douglas se consagrar.

Aos 37' foi a vez do Dida, chutaço de Dadai que o goleirão espalmou a escanteio. Cobrado, sem levar perigo ao filho do Sr. Valdemar.

Fim do 1º tempo: 0-0

Para a segunda etapa, ninguém mudou. Um início kamikaze para o Genus, logo no primeiro giro do cronômetro Dida do PVH salvou o gol num chute de Tatico, ele tirou com a coxa à escanteio. Na cobrança todos do time Aurigrená ainda na área, ai a bola foi lançada ao Ávila, o grandalhão leva pra cima da zaga, pênalti.

Em cima do lance o Árbitro Salvino não titubeou, levou uma vaia da torcida do Genus. Robby (imagina a categoria), bola no canto esquerdo do goleiro. Estava decretado o 3º gol do Robby no campeonato, e foi pra galera.

Aliás, aqui mais uma vez elogiar as duas torcidas - e a torcida da Locomotiva "engoliu" a TOG -, e ainda teve um trenzinho do pessoal da Base Áerea nas arquibancadas. Aliás, tem tudo a ver: Locomotiva com trenzinho.

(*) quero deixar claro que, não estou criticando os Preparadores Físicos dos clubes. E sim, o pouco tempo de pré-temporada.


sábado, 9 de fevereiro de 2019

Clássico da capital com cara de ofensividade

Dizem que no papel é uma coisa, no campo é bem diferente. Mas não é isso que mostra os dois treinadores do primeiro jogo entre: Genus e PVH, tando Tinho Damasceno pelo Genus, quanto Paulo Eduardo trazem o que de mais tem em termos de ofensividade, senão vejamos: Dadai, Santiago e Jaiminho pelo aurigrená e Leandro, Ávila e Fernandnho pelo tricolor da Base Área, sem esquecer que a infiltração de Robby (autor de dois gols contra o GEC) é um F-2000 com o auxílio hoje de Guarate.

Eis as duas formações

SC Genus (4-3-3) com: Douglas Silva; Felipinho, Thierry, Fernando Henrique e Santa Rosa; Ramon, Bibio e Tatico; Dadai, Santiago e Jaiminho. Téc: Tinho Damasceno.

Porto Velho EC (4-3-3) com: Dida; Guarate, Luiz Alves, Dhonathan e Maycon; Cabelo, Alex e Robby; Leandro, Ávila e Fernandinho. Téc: Paulo Eduardo.

O jogo começa às 20h, com transmissão ao vivo da Web Rádio Capital - no estádio o torcedor pode sintonizar pelo FM 90.0 e, ainda o FM 98.1 pela Parecis, ou ainda pelo site futebol do norte.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Estádios liberados ao público

Conforme ofícios de números: 007, 008 e 009, assinados pelo DCO da FFER, os estádios; municipal Dep. Arnaldo Lopes Martins "Portal da Amazônia" em Vilhena, estádio municipal João Saldanha, em Guajará Mirim e estádio municipal Aglair Tonelli em Cacoal, estão aptos a receber torcedores em seus jogos do XXIX Campeonato Estadual.

Campeonato rondoniense: torcida compareceu em peso na 1ª rodada

Está mais do que provado que o torcedor de Rondônia, ama o futebol. A primeira rodada do estadual de 2019 levou mais de 3300 aos estádios, com uma renda total de R$ 41.750,00. Na parte disciplinar nenhum cartão vermelho, mas o amarelo prevaleceu.

Acompanhe

Jipa 3-0 União
Cartões amarelos - 03 (todos para o União)
Renda - R$ 11.785,00
Público - 722

PVH EC 4-0 Guajará EC
Cartões amarelos - 05 (04 p/ GEC)
Renda - R$ 17.560,00
Público - 1503 (300 não pagaram)

Guaporé 2-1 Vilhenense
Cartões amarelos - 05(03 para o Guaporé)
Renda - R$ 9.020,00
Público - 902

Real 2-2 RSC
Cartões amarelos - 07(sendo 04 para o RSC)
Renda - R$ 3.340,00
Público - 264

Público total: 3691 (sendo 3391 pagantes), proporcionado renda de R$ 41.750,00.
Aplicados 20 cartões amarelos, nenhum vermelho; assinalados 14 gols com média 3,5 gol por jogo.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Portões fechados: Aglair Tonelli, João Saldanha e Portal da Amazônia

O Departamento de Competições da FFER,  cumprido determinação do Estatuto do Torcedor, bem como regulamento do Campeonato Rondoniense Série A, quanto aos Laudos Técnicos dos estádios, publica a IMT 006/FFER/2019, determinando portões fechados, ou seja, sem a venda de ingressos ao público para três jogos da segunda rodada do Estadual.
Segundo apresentado pelo Departamento de Competições, os jogos em que não haverá venda de ingressos ao público (portões fechados) serão BARCELONA X JI-PARANA, marcado para o dia 9 de fevereiro, às 17 horas, no estádio Portal da Amazônia; o jogo entre GUAJARÁ X REAL ARIQUEMES, marcado para o dia 10 de fevereiro, às 16 horas, no estádio João Saldanha e o jogo UNIÃO CACOALENSE X GUAPORÉ, marcado para o dia 10 de fevereiro, as 18 horas no estádio Aglair Tonelli.
Fonte: Assessoria da FFER

Caso Marco Aurélio: presidente do TJD e do Pleno NEGA redução de pena

A esperança de redução de punição disciplinar aplicada ao atleta Marco Aurélio Moreira dos Santos, acabou de ser sepultada à tarde desta terça-feira,5, com a decisão do presidente do TJD-RO e do PLENO da mesma casa, Dr. Leandro Cavol.
(Casa de Leis do Futebol Rondoniense - Foto: Blog)

Agora uma coisa é certa, com a triste petição enviada ao nobre presidente da casa de leis do futebol de Rondônia, o interessado não teve e não teria a mínima chance de ter seu pedido acatado.

Em um dos trechos da petição, o representante do atleta citado usa das seguintes expressões: "(...)não se pode olvidar que no contexto socioeconômico do futebol rondoniense, embora tenha status de futebol profissional, pelas peculiaridades e realidade do desporto rondoniense, o futebol profissional praticado nessas paragens do poente, decorre muito mais de heroísmos e abnegação de alguns apaixonados(...)"

Da decisão

Inicialmente o presidente informa ao requerente que, o futebol de Rondônia é sim profissional, e segue regras e ordenamentos jurídicos do futebol profissional. Na verdade ele foi muito infeliz quando diz que há somente o Status, sendo ofensivo com os abnegados e apaixonados que fazem o futebol do estado.

Diz mais o presidente: "o requerente não parece nada arrependido dos xingamentos feitos, não trazendo em suas importunas fundamentações, quaisquer subsídios jurídicos positivos ao seu requerimento". Desta forma, não sendo possível acatar o requerimento nos fundamentos propostos, NEGO o pedido da redução de punição.

É a decisão.

(*) aqui vou eu - desde o momento em que foi anunciado a contratação do citado artilheiro -, fui o primeiro a escrever sobre a dor de cabeça que o novato Porto Velho EC estava "comprando". Pois a pena foi de UM ano, mais dois jogos e até uma parte pecuniária; sabe o que recebi de troco? Que sou maldoso, não sou amigo e, falo demais.

Outra, que o time tinha Deptº Jurídico e o M-9 estaria em campo na 1ª rodada contra o Guajará EC. Não sei se o caso foi acompanhado pelo jurídico da Locomotiva, mas só afundou mais e mais o artilheiro. 

E mais...,

Tudo que escrevo aqui, é relacionado a figura do atleta (vale para as 10 equipes), não tenho e não me envolve com o pai de família - minto -, a todos que estão no meu dia a dia, procuro sempre saber da família e, tenho muitos pais/mães/tios que converso bastante sobre determinados atletas. Não tenho arrependimentos e nem decepções..., bola pra frente M-9, sua promessa está gravada, e sua volta é aguardada para dar a volta olímpica junto com a Locomotiva sem freio.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Real Ariquemes: mais um componente se despede

Dessa vez é por uma causa nobre, ou seja, a subida de mais um degrau no currículo para o jovem André Alexandre que, por dois anos comandou o sub-20 do Real Ariquemes, chegando a disputar uma Copa SP - pelo fato da conquista do título sub-20.

André Alexandre vai para o estado de MG, onde passará a auxiliar ao experiente Gérson Evaristo, no comando do Tupi de Juiz de Fora, time da Série A da terra de Tiradentes. Chico Pinheiro ficou contente com a ascensão do treinador, desejou excelente trabalho à frente do Tupi e, que leve bem forte o nome do Real Ariquemes.
(Chico Pinheiro e André Alexandre - foto: Assessoria do Real)

(*) Dados: Plantão Esportivo/Alexandre Jabá.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Periquito usa cabeça para um empate com sabor de vitória

Ainda com relação as estreias dos times da capital, o RSC fez bonito lá no Valerião em Ariquemes, na tarde deste domingo(3), contra o bicampeão Real Ariquemes. Após belo início de jogo, onde o time comandado por Nivaldo Lancuna, teve chances clara de abrir o placar foi o rubro-negro quem fez - capitão Mário Paiva, numa bola parada - levantada na área, num bate rebate sobre para Mário Paiva que chutou (não é o habitual dele, ele gosta de fazer gol de cabeça) e, abriu o placar.

O RSC sentiu o baque, desarranjou-se um pouco no meio-campo, com isso Souza ficou sem dialogar com ninguém lá na frente. Ai entrou o conhecimento do experiente treinador Lancuna, ele sacou logo dois ainda no primeiro tempo. Sairam  Tonhão e Giovanni para entrar; Roni e Dudu - dois atacantes - todo mundo ficou com uma interrogação na memória. Maluco? Profº Pardal? Calma gente, o homem sabe o que está fazendo.

Logo no início do segundo tempo, Real amplia para 2-0 com o infindável Leleco. Era a derrota iminente do Periquito. Nada disso, Nivaldo Lancuna foi buscar no banco o baixinho bom de bola Pither (vou ser sincero, esse não merece o frio de um banco de reservas), com todo respeito ao Matheus Castro que foi o titular, e jogou muito. Pois bem, já tinha comentarista dizendo que o caixão do Periquito podia fechar e enterrar.
(Nivaldo Lancuna na preleção do jogo contra o Real - Foto: Fanpage do clube)

Futebol meu amigo, mesmo diante de medalhões não se pode brincar, com a fixação do Pither fazendo dupla com Fred, dialogando com Souza e André Henrique, a máquina encaixou direitinho. Problema, Ambulância teve que abandonar o estádio para atender uma emergência, ai esfriou tudo. Nada disso, o Real recuou e o periquito avançou. Coube ao zagueirão Lucas de cabeça diminuir aos 29' para aos 46'(já nos acréscimos, bola levantada na área e também de cabeça), no caso do camisa 7 Fred de cabeça empatar o jogo. Placar final: Real 2-2 RSC.


domingo, 3 de fevereiro de 2019

Que trem foi esse!

Foi uma locomotiva desgovernada, sem freio e descarrilhada - como diria o jovem narrador da webradio capital FM - Sandeimar Medeiros, passando por cima do valente Guajará. Já pra esse velho e experiente blogueiro, diria que foi a competência, os conhecimentos e a jovialidade do comandante da mais nova joia do futebol de Rondônia, o Porto Velho EC claro, aliado às peças dentro e fora de campo. 

A verdade é que o mais otimista de nós (que militamos no futebol), não poderíamos prognosticar um jogo tão perfeito por parte dos tricolores da Base Aérea, logo na estreia e contra um adversário tradicional como o campeão estadual do final do século XX, o glorioso GEC. E veja que o placar de 4-0 foi mentiroso, não fosse a performance do excelente goleiro Júnior Silva (GEC), aliás, os dois - Júnior Silva e Dida -, cada qual o melhor.

O Jogo

Porto Velho EC, pisou pela primeira no gramado do Aluizão, mostrando segurança, confiança, talvez até em excesso, mas isso é bom pois empolga a torcida, e nós "pobres mortais do rádio". A ordem era atacar em bloco e, os meias voltam para a chamada 2ª linha, com o retorno do atacante que trabalhou como pivô - Ávila de 195 cm, ainda um pouco fora de forma, mas cumpriu sua missão.

Paulo Eduardo surpreendeu com três atacantes: Leandro (canhoto), pela direita; Ávila (enfiado no meio da zaga adversária, sabe tocar na bola), Fernandinho (um destro na esquerda, ontem tava um danadinho). Ah, a surpresa do P.E. , fazer com que o craque Robby entre na área, de repente o esquema chega a um 4-2-4 (isso mesmo ele deixa o Cabelo e Alex, na contenção), e tome locomotiva sem freio lá na frente. Aliás, esse placar de 4 foi uma constante nos últimos amistosos.

Ontem foi valendo três pontos. Quanto ao Guajará - vi virtudes sim, vamos lá - Júnior Silva (continua brilhando, e é um líder dentro da equipe), Marcos Bahia camisa 10 (de olho nesse cara), Jefinho (lateral que sabe se projetar) e Jorge Vitor (entrou no segundo tempo), ainda bateu uma na trave do goleirão Dida, e outra ele esticou-se todo para colocar a escanteio. Esse GEC lá no João Saldanha vai dar trabalho.

Pelo lado do PVH EC - foi tudo maravilhoso, com uma vitória de 4-0. Não, vamos com calma que a máquina pode faltar uma peça aqui, outra ali -, foi só um jogo. Mas foi muito bom ver uma partida que poderia muito bem ter terminado em seis, ou mais. Tô exagerando? Um primeiro tempo que ficou somente em 1-0, se tivesse terminado em 3-0 não seria surpresa.

Fernandinho fez o primeiro gol histórico aos 8' do 1º tempo. Robby aos 8' e 15' para aos 27' Álesson todos no 2º tempo, fechar a goleada de: PVH EC 4 x 0 GEC.
(Jogadores do PVH EC agradecem presença do torcedor - Foto: Alexandre Almeida)

Da torcida
(Quase 2 mil pessoas no Aluizão - Foto: Luis Carlos Pereira)

Merece uma análise à parte, a presença do torcedor ao Aluizão foram 1503 pagantes e 300 não pagantes, proporcionando um valor de R$ 17.560,00. 

(*) O blog fez um levantamento de público e renda de 2016 para cá. Vejam que beleza foi esse ítem:

Em 2016 na estreia do RSC em casa contra o Genus, no dia 15/05 num insosso 0-0 pagaram ingressos 451 para R$ 5.080,00
Neste mesmo ano, a final dia 06/07 com RSC 1-0 Genus, gol do Alesson aos 28' do 2º tempo, entraram 1320 com R$ 13.480,00

Em 2017 na grande final entre: Barcelona 0-1 Real, dia 08/07 olha o público 1503 para R$ 20.530,00
Ano passado, mais uma estreia o Vilhenense que estreou fora de casa, dia 10/02: Jipa 1-2 Vilhenense, público 1203 com R$ 14.060,00

Ainda em 2018, no dia 16/02 o Vilhenense estreia em casa contra o Genus e ganhou por 2-1 com público de 1919 e renda de R$ 23.380,00
Já a grande final no dia: 09/06/2018 Real 1-0  Barcelona com 1402 e R$ 15.290,00

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Periquito bateu asas para Ariquemes, com a continha do chá

Até o último minuto da tarde de ontem (sexta), o gerente de futebol do RSC estava de cabelo em pé, esperando liberação de atletas para o primeiro jogo do campeonato, logo contra o bicampeão Real Ariquemes, pior, fora de casa.

Nos acréscimos o BID saiu para o goleirão. Com isto a comissão técnica fechou em 18 atletas para viajar. Coisa que já o fizeram neste sábado(2), às 14h. O RSC joga neste domingo(3), às 16h no Valerião em Ariquemes.

Os convocados

William e Murilo (gol); Tonhão, André, Gabriel e Lucas (zag); Geovanni e Yuri (lat); André Henrique, Éder Jr, Fred e Carioca (vol); Matheus Castro e Pither (mei); Souza, Roni, Erlison e Dudu (ata).

Técnico: Nivaldo Lancuna; Prep. Físico: Kilzer Lira; Prep. de Goleiros: João Matos; Massagista: Sombrnha; Analista de Desempenho: Luis André e Gerente de Futebol: Álisson Albino.

Ufa! Até que enfim começa o nosso "manjado", mas bem gostoso estadual de futebol

Faltam poucas horas para a bola rolar oficialmente no estadual de futebol de Rondônia. Nova fórmula de disputa, com 10 equipes em dois grupos de cinco, inclusive está previsto o famigerado descenso - os dois últimos colocados de A e B na 1ª fase -, descem para a 2ª divisão.

Esta é a edição de número 29, já que tudo começou em 1991 (quando o Ji-Paraná FC, o maior ganhador de títulos, ganhava ali o seu primeiro de nove conquistados). Falando em Jipa, ele e mais União Cacoalense e Real são os que conquistaram mais títulos entre os 10 participantes.

Esta sexta o que houve de adrenalina lá em cima - falta de laudos, falta de atletas liberados no BID - não foi brincadeira. No fim da tarde, um alívio para as oito equipes que entram em campo neste sábado e domingo (dias 2 e 3 de fevereiro). Com relação a laudos, os dois estádios que não iriam abrir os portões, finalmente conseguiram: Cassolão e Valerião.

Já o problema do BID (que libera o atleta para jogar), a coisa ficou feia para o "novato" União, já que passava das 15h daqui de RO, e nada. No final da tarde tudo resolvido e 12 atletas apareceram no site oficial da CBF.

A relação dos clubes que entram em campo nesta 1ª rodada, e liberados são 149 assim distribuídos:

União Cacoal com 12 atletas;
Ji-Paraná FC com 25;
PVH EC com 23;
GEC com 18;
RSC com 18;
Real com 16; 
Guaporé FC com 26 e 
Vilhenense com 10.

Afirmo que o meu levantamento está do dia 3 de janeiro a 1º de fevereiro.

Folgam nesta 1ª rodada: Genus e Barcelona.


Rondoniense - 2020: duas equipes já documentadas para o certame

Notícias alvissareiras pelo lado da mentora. Falo da FFER, duas equipes já protocolaram documentos para participação no campeonato de 2020....