sábado, 16 de novembro de 2013

1º jogo da final do Sub-16: Rondoniense faz 4 a 1 em casa e, está muito próximo da Copa RJ

Feriado do dia 15 de novembro, data da Proclamação do Brasil. Em Porto Velho, quem deixou de ir aos balneários, a pescaria, às suas chácaras e foi prestigiar ao primeiro jogo da final do Campeonato Rondoniense Juvenil de Sub-16, entre C.A.Rondoniense e S.C.Genus não se frustrou.

Volto a palavra "proclamação" e vejo que significa: declaração solene e, junto com seus sinônimos tais como; anunciação, aclamação, aplausos, arenga e sermão. Fico com estas e explico.

- Tivemos a participação de mais de 30 garotos naquele jogão de bola. Onde o Rondoniense utilizou os 11 titulares e mais 5 reservas, o Genus também 11 titulares logicamente e mais 4 reservas.

- São garotos que irão suprir senão o futebol local, mas com toda certeza estarão sendo aclamados e, recebendo aplausos por mais de uma década vindoura.

- Dentro de campo um futebol com pegadas firmes, e por isso algumas "arengas" mas nada que o velho cartão amarelo não resolvesse. Fora de campo, principalmente os garotos do Genus ao final do jogo sentadinhos esperando o "sermão" do Profº Ronald Lages.

E o jogo em si

O Rondoniense prevalecendo o mando de campo, tomou a iniciativa e fez uma verdadeira blitz em cima do Genus. Placar poderia ser aberto a qualquer momento, e isso durou somente 15min quando o capitão e artilheiro da equipe alviverde Mineiro fez 1 a 0 num chute forte, rasteiro contra a meta defendida por Gabriel.

Daí pra frente o Genus cresceu em campo e, somente não chegou ao empate em virtude de boas intervenções do goleiro Douglas. Placar do primeiro tempo: Rondoniense 1 x 0 Genus.

Para a segunda etapa, os técnicos com estilos diferentes. Enquanto Ronald Lages, técnico do Genus que entrou em campo desde o início do jogo sem um dos principais atletas do time, o Kelvin. E, perdendo o jogo, também já havia perdido o atleta Gouveia (contundido) desde os primeiros minutos do tempo inicial, voltou com Kendrick na vaga de Kalliu.

Já o comedido Marcos Sequetto, volta com o mesmo time do início.  O Rondoniense mostra o mesmo apetite do primeiro tempo e, com isso aparecendo chances de aumentar o placar. Coube então ao grandalhão Murilo entrar em cena, zagueiro goleador fez o segundo gol do Rondoniense aos 16min. 

Aos 28min após cobrança de escanteio em favor do Rondoniese, a primeira e grande falha do goleiro Gabriel do Genus, saiu catando borboletas e quem estava por lá, ele o zagueiro Murilo fazendo seu segundo gol no jogo e, o terceiro do Rondoniense.

Mas o Aurigrená não se entregava. Lutando bravamente o Genus chegou ao seu gol aos 41min, Cleuton e Robinho em tabela perfeita sendo que Cleuton foi o último a tocar a bola para os fundos da rede do goleiro Douglas. Rondoniense 3 x 1 Genus.

(Foto: Rondonia em destaque-Genus)


Nestas alturas o jogo totalmente aberto, com o Genus dando esperança ao seu torcedor de que na volta dia 23, próximo sábado possa reverter este placar. Mas, aparece um dos que vieram do banco de reservas do Rondoniense e, ampliou o placar. Justamente Bruno que havia entrado na vaga de Pedro e, fez aos 45min mais 2min o gol que poderá levar seu time à Copa Rio de 2014. Placar final: Rondoniense 4 x 1 Genus.

(Clube Atlético Rondoniense)


Ficha Técnica

Rondoniense: Douglas; Everton, Murilo, Wilton(A) e Thiago(Luis Carlos); Alex(Ivo), Oliveira, Adriano(Bebo) e Carlos Henrique; Pedro(Bruno) e Mineiro(C)(Carreirinha). Téc: Marcos Sequetto.

Genus: Gabriel; Jhonata, Derick Pachá, Serginho(A), Eduardo(Ítalo) e João Victor(Cleuton); Gouveia(Leandro), Tallyson, Pedro e Kalliu(Kendrick) e Izac(Ronaldinho). Téc: Ronald Lages.

Gols: Mineiro, Murilo(2) e Bruno para o Rondoniense e Cleuton(Genus)

Arbitragem

Servilio Patricio apitou com Cristiano Pereira e Marivaldo Mattos nas assistências. Delegado do jogo foi o Sr. Levi Moreira. Arbitragem do Servílio um pouco contestada nos primeiros 45min de jogo, em virtude de apitar de longe e, até deixar o jogo descambar para um pouco de violência.

Porém, pelo ótimo trabalho do segundo tempo - e dizem por ai, que o jogo começa no 2º tempo -, isso vale para a arbitragem, então podemos dizer que o mesmo trio poderá muito bem entrar para o sorteio da grande final. No C.E. Novo Norte, também no Ulisses Guimarães, que diga-se há alguns dias se respira o bom futebol. Futebol jogado pra frente...e os belos placares elásticos aparecendo.

Parabenizar ao torcedor. Em nenhum momento, o Genus perdendo o jogo mas o torcedor sem essa de invadir o campo. E nesta foto p.ex. eu contei 45 automóveis, imagina ai com 4 torcedores cada um. Isto somente na lateral do campo em frente a cabine da Rádio Caiari, aliás aqui cabe outro post.

(Carros no CT e 16 atletas neste foco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Futebol de Base: Ji-Paraná conquista Sub-13 e Sub-15

Quando se trata de futebol, o município de Ji-Paraná realmente é um fenômeno. Terminou neste domingo(15), mais duas competições com o aval ...