sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Ji-Paraná FC entra pela porta da frente no Chevrolet de 2014

E o Pleno do TJD-RO reuniu-se pela última vez neste ano de 2013. Aliás, em se tratando do Pleno na verdade esta foi a 2ª vez que os "homens de capa preta", julgaram um processo de maior relevância - o 1º quem lembra do caso do jogador Cezinha do Ariquemes, jogou com suspensão automática pelo 3º cartão amarelo.

Este, desta quinta-feira,5, envolvia justamente o maior campeão da era profissional do nosso futebol - falo do Ji-Paraná FC -, o Galo da BR com nove(9) títulos na 1ª divisão e um na 2ª divisão. Pois bem, este mesmo Ji-Paraná FC não foi muito bem no campeonato deste ano, ficou na última colocação e, seguindo o regulamento foi rebaixado para a 2ª divisão do próximo ano.

A FFER baixou uma portaria suspendendo a edição do campeonato da 2ª divisão de 2014. O que fez a diretoria do Jipa, entrou com uma solicitação de Mandado de Garantia junto ao TJD-RO para retornar à 1ª divisão, até porque se a 2ª divisão voltar somente em 2015 ou mais, o clube não terá motivo algum de permanecer "vivo", somente disputando os campeonatos de base?

O Mandado de Garantia transformou-se então no Processo de nº 38 e, no início da noite desta quinta(5), foi julgado e a decisão: "o time tem o aval para permanecer na divisão de elite do campeonato de 2014". É a decisão.

Com base nesta decisão o presidente do Ji-Paraná FC Luciano de Almeida, publicou no seu perfil no facebook a seguinte nota:


"Boa noite Bruno e a todos os demais torcedores do Ji-paraná FC. É com muita alegria que informo a todos que conseguimos de forma justa e transparente a permanência do Ji-Paraná FC na 1ª divisão do futebol de Rondônia. Aos que torcem contra vai ficar sempre o discurso de que conseguimos a vaga no tapetão, mas como sempre deixei claro estou presidente do clube e como tal tenho que buscar defender o clube da melhor maneira possível. Enquanto estiver no comando do clube jamais serei omisso e sempre vou lutar pela legalidade. O clube não podia ser punido duplamente, pois em momento algum questionamos a nossa queda, mas diante do fato de não ter a segunda divisão o que justificaria um clube ficar parado por 2 anos sem atividades e correndo o risco de ser extinto, pois quql q certeza de que em 2015 a segunda divisão seria realizada. Agradeço ao nosso Departamento Jurídico em nome dos advogados Drº Dilney e Drº Syrnei." 

 Portanto, com a inclusão oficial do Ji-Paraná FC o campeonato passa a ter um número par de disputantes: Ariquemes (2), Cacoal (2), Genus, Ji-Paraná (9), Moto, Pimentense, Rolim de Moura e VEC (4); oito no total levando em conta que o Espigão desistiu de vez.

A metade dos participantes já provou do gostinho de ser campeão - o número ao lado do nome indica quantas conquistas -, e o Jipa sozinho já entra com este peso de 53% das 17 conquistas destas equipes.

Para o leitor sentir a força do que é o município de Ji-Paraná em termos de futebol profissional: Ji-Paraná FC com 9 e a Ulbra (já extinta com 4), somente ai temos 13 campeonatos dos 23 disputados até hoje.(*)

E ao presidente Luciano Almeida, assim como toda sua diretoria nada de tapetão - vocês conquistaram seus direitos dentro do CBJD -, imagine começar o ano da Copa do Mundo com uma boa participação na Copinha. Imagine a preparação com estes garotos Sub-20 e, logicamente o apoio que agora vai aparecer, pois o trabalho vem dando resultados.

Somente digo uma coisa: parece que o galo volta a cantar mais alto, seja bem vindo Ji-Paraná FC...

(*)corrigindo: a Ulbra foi tricampeão da 1ª divisão em 2006,07 e 08, portanto, 12 conquistas dos 23 disputados. Ji-Paraná colabora com 51%. (correção feita às 00h30 do dia 07/12)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-20: SC Genus goleia o Porto Club, com três gols de Caio Leite

Fim dos jogos de ida do Grupo A do Sub-20, para: Porto Club e SC Genus, jogo das 20h desta quinta-feira,19, de julho dia nacional de futebo...