Pular para o conteúdo principal

Genus fatura os primeiros três pontos e passa a lanterna para o vice do ano passado

Na tarde/noite deste sábado(15), houve a abertura da quarta rodada do campeonato rondoniense de 2014. A expectiva girava em torno do time da capital o Sport Club Genus, em faturar seu primeiro pontinho, mesmo jogando fora de seus domínios. O jogo foi realizado em Cacoal às 16h.

Cacoalense e Genus entram campo sob uma "Lua" de 35ºC e com sensação térmica de 40ºC. Veja como o futebol é legal - se a cacoalense chegasse a vitória, dormiria numa tranquilidade e em primeiro lugar com sete pontos -, mas o Genus gosta de trabalhar no fio da navalha. Outro fator interessante, era a estreia de Paulo Miranda no comando técnico do Aurigrená.

E o jogo

A cacoalense tomou a iniciativa do jogo. O Genus com um time bem avançado, com Canhoto, Jr. Paraiba e Ricardo, conforme falou em entrevista Paulo Miranda ao Caiari Esportes de quinta-feira,13. Após aquela pressão básica do time que joga em casa, ali por volta dos 15min o Genus já equilibrava o jogo. 

Mostrou isso ao goleiro Marcelo(cacoalense), os atacantes Marcos Canhoto e Ricardo. Além de Marcelo que substituiu e bem o goleiro Robson. Outro que também não jogou pelo cacoalense foi o zagueiro Silvão que foi expulso no jogo contra o Rolim a semana passada.

Final do 1º tempo: Cacoal 0 x 0 Genus

No intervalo. Nem Simônio e muito menos Paulo Miranda mexeu em seus clubes. Começa a 2ª etapa e, já se ouvia alguns gritos dizendo: "eu sou melhor que você", "muda o time Simônio". Aos 15min de jogo em bola alçada(oh palavra) na pequena área do Cacoal, o goleirão falhou e Railton que é do tamanho de um "tamborete" cabeceou em direção ao gol e Nei(contra), também de cabeça colocou o Genus à frente do placar. Cacoalense 0 x 1 Genus.

Dai pra frente, só festa que ninguém é de ferro. Passa o tempo a cacoalense não consegue empatar, e ainda toma um de lambujem, desta feita Ricardo(estreando) e, numa falta até certo ponto boba defensável. Ricardo bate de pé esquerdo a bola cai lentamente na gaveta de Marcelo.  Cacoalense 0 x 2 Genus. Isso por volta dos 25min do 2º tempo.

Vem então a reação da cacoalense. Mas em termos de; perdido por um, perdido por dez. O time vem todo pra cima do Genus, o tempo correndo quando entra em cena mais uma vez o goleiro Tiago(Genus), toda a pressão em cima do garoto que não tava nem ai. Mas, aos 36min o Cacoal tem direito a uma falta, e quem tem Michel já pode  ir pensando no balançar das redes.

A bola sai um foguete do pé esquerdo de Michel, o goleiro rebate para a frente - penso que foi a única falha do garoto - e ai, o zagueiro Nei do Cacoal em posição duvidosa enche o pé e diminui eram passados 36min ainda restavam 9min para acabar o jogo. Uma eternidade.

A bola não parava de passear na pequena área do Genus. Vem o famoso 44min, sabe aquele momento em que o 4º árbitro levanta a placa eletrônica. Mas, cadê placa. Foi necessário o Sr. de preto escrever numa folha de papel o numeral 5, lembrei do tempo em que se levantava a mão e indicava: três dedos para 3min e os cinco dedos para 5min - e, se o cabra tivesse os quatro dedos e um cortado bem ao meio -, seriam 4min e meio? Evanildo Stelle, saudades meu velho.

Ficha do jogo

Cacoalense 1 x 2 Genus
4ª Rodada do Rondoniense Chevrolet-14
Data: 15 de março de 2014 (sábado)
Estádio: Aglair Tonelli Nogueira - Cacoal/RO

Cacoalense: Marcelo; Nei, Rodrigo, Michel e Lei; Romário(Guilherme), Elton(Farinha), Rincon e Rivaldo; Keid e Francis(Teles). Téc. Simônio Veiga

Genus: Tiago; Café(Boka), Sabiá, Richard e Klebson; Choco, Railton, Walter Cavalo; Marcos Canhoto, Jr. Paraiba(Claudio Paulista) e Ricardo(Fernandinho). Téc. Paulo Miranda.

Gols: Rodrigo(c) aos 15'2/T(Gen), Ricardo de falta 25'2/T(Gen) e Nei aos 36'2/T(Cac)

Cartões amarelos: Rodrigo, Keid (Cac); Choco, Jr. Paraiba (Gen)
Vermelho não houve; Renda e Público não divulgados.

O atleta Choco do Genus recebeu o 3º cartão amarelo e está fora do jogo contra o Pimentense na próxima quinta-feira,20, às 19h30min.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)