sábado, 30 de agosto de 2014

Quase: Genus saiu um pouco da "ousadia" e quase empata o jogo

O plano de jogo do técnico Deutz Costa do Genus ficou evidenciado, quando da escalação de dois cabeças de área no caso Xana e Valdinei, quando não pode contar com Pinóquio (3º cartão) um volante que arrisca o chute a gol e o meia mais avançado Cabelo também com bom domínio de bola.

Se o Genus desta vez não foi o time ousado das últimas partidas - principalmente do 2º tempo contra o Santos-AP na capital rondoniense -, o Princesa entrou com uma sonolência de quem acabara de tomar um açaí com banana prata.

O Genus então partiu pra cima do Tubarão, e deu resultado. Com Pemaza sofrendo pênalti, e aos 8' Dida foi lá e conferiu: Princesa 0 x 1 Genus.

Daí pra frente só deu Princesa. Com Fininho jogando "desmarcado" e distribuindo o jogo é tanto que aos 12' Branco quase empate, dois minutos depois Nando arrisca e o goleirão Dida aceitou. Estava decretado o empate: Princesa 1 x 1 Genus.

O empate tirou momentaneamente alguns atletas do Genus de "circulação". Aos poucos o goleiro Dida retoma a tranquilidade e começa a realizar grandes defesas. Aos 17' o árbitro paraense - por sinal de péssima qualidade técnica -, assinala pênalti em favor do Princesa, Michel Parintins cobra e vira o jogo: Princesa 2 x 1 Genus.

A equipe aurigrená passa a jogar com mais calma e sempre no erro do adversário. As trocas de posições de Erivelton e Guarate - lateral direito e esquerdo - respectivamente parecia já surtir efeito dos 20' aos 45' do primeiro tempo de jogo.

Na segunda etapa o técnico Charles Guerreiro do Princesa tira Delciney e coloca Deurick - uma substituição forçada - em virtude da "violência" dos atletas do Genus. Foi o que disse o Guerreiro à Rádio Rio Mar em conexão direta com a Rádio Caiari.

Aos 5' Nando mandou na trave de Dida, estava chegando ao 3º gol o Princesa. Isso aconteceu aos 22' após cruzamento de Marinelson, Fininho de peixinho fez para o Tubarão: Princesa 3 x 1 Genus.

Aos 25' após ótima jogada pela direita de Guarate que levantou na pequena área, o goleiro Paulo Wanzeler falha e Erivelton de cabeça diminui, agora: Princesa 3 x 2 Genus.

Placar que perdurou até os 48' quando o juizão Gustavo Ramos(PA), apitou pela última vez e decretava a vitória do Princesa de Solimões por 3 a 2.

Agora o Princesa descansa tranquilo na vice liderança com 13 pontos, e irá defender essa condição somente no dia 7 de setembro contra o Atlético-AC, quando deverá consolidar sua presença na outra fase justo no dia da Independência.

Ao Genus resta torcer por uma vitória do Rio Branco-AC neste domingo(31), e no sábado em casa no Aluizão juntar os "cacos", pois teve dois atletas expulsos - Valdinei e Guarate - e, torcer para que o Sr. Gustavo nervoso como estava não faça um adendo à súmula, e carregue tintas em outros atletas do Genus. Nada está perdido para o aurigrená, o próximo jogo será contra o líder absoluto do Grupo A1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-20: SC Genus goleia o Porto Club, com três gols de Caio Leite

Fim dos jogos de ida do Grupo A do Sub-20, para: Porto Club e SC Genus, jogo das 20h desta quinta-feira,19, de julho dia nacional de futebo...