Pular para o conteúdo principal

Sub-16: Rondônia EC perde o título com mais de 70% de índice de aproveitamento

Nestes tempos de pontos corridos, onde até mesmo o campeonato profissional do próximo ano será aplicado. Não seria bom os dirigentes pensarem em mudanças também no Sub-16? Ora, um campeonato com até 10 clubes e de pontos corridos, ao final premiará aquele de melhor índice técnico.

O Blog fez um levantamento deste que acabou no sábado(6), e as análises sem cor clubística mostram o seguinte: o REC com a conquista do vice campeonato, conseguiu índice de aproveitamento de 70,8%, enquanto o R-1 Esportes conquistou o título com 54,2%.

Para o leitor que não gosta muito de números, explico a trajetória dos dois clubes:

Campeão R-1

1ª Fase: 4 jogos; 7 pontos; 2 vitórias; 1 empate; 1 derrota.
Semifinal: 2 jogos; 3 pontos; 1 vitória; 0 empate; 1 derrota.
Final: 2 jogos; 1 vitória; 0 empate; 1 derrota.

Vice Campeão REC

1ª Fase: 4 jogos; 8 pontos; 2 vitórias; 2 empates; 0 derrotas.
Semifinal: 2 jogos; 6 pontos; 2 vitórias; 0 empates; 0 derrotas.
Final: 2 jogos; 3 pontos; 1 vitória; 0 empates; 1 derrota.

O R-1 Esportes fez 8 jogos no geral, conquistou 13 pontos dos 24 possíveis com índice de 54,2%
O REC com os mesmos 8 jogos, conquistou 17 pontos dos 24 possíveis com índice de 70,8%

Ou seja, ao pé da letra há uma injustiça - outra coisa que o blogueiro não concorda muito -, é decisão por pênalti. Sem contar esse horário maluco de jogar pela manhã, como entra na cabeça da gente garotos em sua plenitude física de 16 a 17 anos com cãimbras, e até abrindo distensões musculares.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)