domingo, 15 de fevereiro de 2015

Copa do BR/FF: SC Genus e mais 31 equipes estão irregulares

Opinião!!

Estes últimos quatro dias tenho ido pesquisar direto no site da CBF, sobre este assunto de BID - Boletim Informativo Diário -, digo, últimos quatro pois desde a sensacional vitória das meninas do Genus na quarta-feira,11, em pleno estádio Florestão-AC não se fala em outra coisa de quinta-feira para cá.

Começo minhas mal traçadas "opinativas", dizendo que; se o Genus está irregular, então as outras 31 equipes também estão no mesmo barco, incluindo é claro a boa equipe da Assermurb-AC. Meus caros, a ação de espernear cabe a qualquer um(a). Lembram que tudo começou com o gol legítimo da Monique no final do jogo - quando a bola ultrapassou toda a linha de meta -, parabéns à assistente. Aliás parabéns ao quarteto acreano que trabalhou naquela decisão.

Até agora não falei nada do BID. Então vamos lá: jogo entre Genus 1 x 1 Assermurb no dia 4 de fevereiro, no estádio Aluizio Ferreira. 

Esta é uma parte da relação das atletas daquele jogo. Pelo Assermurb; Cristiane Sayna de Freitas (Krica nº 3), zagueira; Francisneide Santos Rego (Tatinha nº 10) meio-campo; Daniela da Silva Macário (Dany nº 5), volante e Milcilene Bezerra da Silva (Nilcy nº 11), centro-avante. 

Pelo lado do time da casa o Genus: Monique Correa P. Santos (Correa nº 9), atacante; Izabela Silva de Oliveira (Iza nº 1), goleira; Adelaine Francisca Penha Nunes (Adelaine nº 6), lateral esquerda e Flaviana de Souza Santiago (Flávia nº 8), meia-atacante.

Agora voltamos ao dia 11, e lá encontramos às mesmas personagens - ou quase todas -, negritei as três acima, pois foram as autoras dos gols; Nilcy e Flávia no primeiro jogo e Monique no segundo. E onde quero chegar, ora meus amigos a Assermurb inscreveu logo dez(10) meninas e saiu no BID no dia 10 de fevereiro de 2015, entre elas todas que jogaram aqui no dia 4 de fevereiro.

O SC Genus como é mais sofrido foi inscrevendo a conta-gotas - mas, sem sair do prazo legal -, assim como o time acreano. Inscreveu quatro, depois uma e mais três - por último e ai que reside a choradeira -, as atletas Karina Santos Pereira (Karina nº 11), ponta-esquerda; Caroline Mendonça Ribeiro (Carol nº 17), meia e Flaviana de Souza Santiago (olha a Flávia ai, saiu o nome no dia 13/fev).

Problema o seguinte: desde a 1ª rodada a CBF remeteu uma relação à todas as equipes, justamente por esse problema no BID - então o 4º árbitro somente lançaria na súmula aquela atleta que estivesse nessa relação -, volto a elogiar a atitude da arbitragem do Acre. No final da súmula eletrônica eles relatam que o Genus retardou a entrega oficial da relação de atletas.

Isso posto, em minha modesta opinião o Genus deve ser penalizado por esse atraso na entrega da relação das atletas e, isso quando for para a Procuradoria do STJD e dai vem a Comissão Disciplinar. Por enquanto cabe uma advertência administrativa. Mas, a ausência de informações por parte da CBF é preocupante. Mas, se o problema for o BID paralisa tudo e espera essa coisa funcionar, porque está uma lástima.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-13: Rondoniense perde na semifinal

Que grande espetáculo! Não, não estou falando da final da Copa do Mundo - como diria o narrador global -, falo da semi do sub-13 que está s...