quarta-feira, 25 de março de 2015

Lama e muito buraco, este o acesso da BR 425 para Guajará Mirim nesta terça, 24

Trechos da rodovia BR 425, que dá acesso entre Porto Velho e as cidades de Nova Mamoré e Guajará Mirim, estão em condições precárias. São pelos menos cinco pontos de atoleiro onde já se formam filas de carros devido a precariedade da estrada.
A rodovia faz ligação com a BR 364, a menos de 3 km da balsa do Abunã, distante 240 km da capital rondoniense. O trecho específico da 425 até Guajará compreende pouco mais de 100 km e segundo motoristas, está prestes a fechar devido os atoleiros e buracos.
As constantes chuvas na região castigaram ainda mais a rodovia que alterna trechos pavimentados e de barro, onde estão os pontos críticos.
Nesta terça feira (24), na altura do km 68, formou-se uma fila de carros devido a um atoleiro que um caminhão não conseguiu “vencer”. O veículo de grande porte ficou atravessado na pista e só foi retirado graças a ajuda de outros motoristas que se mobilizaram para liberar a estrada.
(Foto: Portal Guajará)
No início do ano, a mesma rodovia ficou mais de 24 horas fechadas depois que dois caminhões se chocaram frontalmente na ponte do Arara, localizada no km 50.
Fonte: Rondoniagora/Portal Guajará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-20: SC Genus goleia o Porto Club, com três gols de Caio Leite

Fim dos jogos de ida do Grupo A do Sub-20, para: Porto Club e SC Genus, jogo das 20h desta quinta-feira,19, de julho dia nacional de futebo...