Pular para o conteúdo principal

Que beleza: clube comemora 96 anos, e volta em 2016 ao futebol

Nenhum outro clube de Rondônia chegou a tamanha longevidade como o Ypiranga Esporte Clube de Porto Velho. Tendo completado 96 anos na última segunda-feira (13 de abril), neste sábado, 18, acontece a comemoração na própria sede da Pinheiro Machado entre conselheiros e diretoria do clube Leão Azul do Estado.
O Ypiranga não é só o mais idoso dos clubes, como também o mais rico em patrimônio. Dono da sede onde hoje se situa a Win Academia e anexos, no centro, da sede velha na Avenida Pinheiro Machado com a Gonçalves Dias de 42 mil metros quadrados e da obra de construção da sede nova de quase 50 mil metros quadrados, situada no início da Estrada da Penal ao lado do Conjunto Granville, na zona norte da cidade, todos avaliados por baixo em 25 milhões de reais.
Para melhor informação à comunidade, segundo o presidente Osvaldo Reis, o Ypiranga E. Clube continua sem oferecer opções de lazer aos seus associados há pelo menos 20 anos, por conta de planos econômicos ou presidentes que não tiveram a ousadia de tentar investir em negociações visando nova sede   para acompanhar o desenvolvimento da cidade.
Osvaldo Reis lamenta esse atraso, mas afirma que o Leão Azul de Rondônia não está morto, ao contrário, mais vivo do que nunca e vai voltar a rugir o mais breve possível, apostando que até o início de 2016 o clube deverá festejar a inauguração de sua nova sede.
O presidente justifica que o Ypiranga já deveria estar morando em casa nova se não fosse o fracasso com a MBM Construções que não cumpriu seu contrato firmado para a construção da nova sede e que deveria ser entregue há quatro anos, deixando a obra pela metade, e sendo necessária ação na justiça para o distrato, e aí então tocar a obra paralisada.
- Felizmente, estamos com meio caminho andado para o reinício da construção desta vez com nova empresa. Nossa expectativa é que a justiça reconheça os direitos do Ypiranga até o final deste mês, como está previsto. Todos nós, diretoria, conselheiros e associados estamos no limite por tanta espera. Creio, se nada mais falhar, a comemoração dos 97 anos será em nossa nova sede – prevê Osvaldo otimista.                                            
No campo esportivo, o Ypiranga participou pela última vez no campeonato municipal de futebol amador em l988, quando estavam em campo também outros tradicionais times da capital como: Ferroviário, Flamengo, Moto Clube, Cruzeiro, Vasco da Gama, São Domingos, e que, com o advento do profissionalismo caíram fora, perdendo quase por completo suas identidades futebolísticas.
Mas não foi somente no futebol que o Ypiranga ganhou prestígio ao longo desses quase um século de vida. Nas outras modalidades como Natação, voleibol e basquetebol o time azulino acumulou um lastro de conquistas históricas, bem documentado por uma centena de troféus expostos em sua      stand na sede do Leão Azul. No futebol, seu último título de campeão foi em l974.
Para 2016, pelas previsões do presidente Osvaldo Reis, o Ypiranga deverá vo ltar as suas atividades esportivas com voleibol, basquetebol, natação e futebol.
Fonte/Texto: Águido Melo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)

Ariel Mamede e Welmer Bueno, juntos na mesma equipe

É isso mesmo, o mundo do futebol gira rápido demais. Assim como o mundo da política, da economia e das fofocas. Assim foi com o amigo e técnico de futebol Ariel Mamede, saiu daqui de Porto Velho-RO com um pé na taça de campeão-2016, e uma das mãos já levantando a mesma. Antes disso saiu do também RSC o dirigente Welmer Bueno, ambos retornaram ao estado de Goiás.
Enquanto Ariel foi dirigir um time goiano querendo subir da segunda divisão para a primeira, Welmer Bueno voltou para "seu" Vila Nova, no comando administrativo das divisões de base. Nesta copinha que ainda está rolando a bola, o que aconteceu: o Vila saiu de Goiás com status da melhor equipe do paraíso verde na categoria, acabou caindo na fase de grupos.
Enquanto o maior rival do Vila Nova, o Atlético Clube Goianiense ora dirigido por Ariel passou de fase. E aí vem as raquetadas da vida, neste sábado(14) o Vila Nova dispensa Lucas Oliveira, e foi buscar no Dragão o jovem comandante de lá. E agora estarão juntos em um …