Pular para o conteúdo principal

Nada houve!

Ufa! Até que enfim aos 45' do segundo tempo. Após várias reclamações de torcedores do Genus e, deste cabeça-chata aqui, o Departamento Técnico da FFER resolveu publicar em seu site oficial, conforme manda o Estatuto do Torcedor, a súmula do primeiro jogo da final do rondoniense-2015. A partida como todos sabem foi realizada dia 27/6(sábado) e, somente quarta(1º) saiu no site - apesar de está no tempo hábil.

Para surpresa de todos, e é bom o Genus colocar as barbas de molho - assim como o VEC -, o apitador Sr. Jonathan Antero foi bem claro em preencher a súmula do jogo e tirar da grande final dois artilheiros dos dois times: pelo Genus Tcharles(f) que foi amarelado nos dias; 18/6, 21/6 e 27/6 e do lado do VEC ele conseguiu suspender Souza, nos dias; 3/5, 24/5 e 27/6.

(Eu entrevistei o artilheiro Tcharles - foto: Alexandre Almeida)

Interessante é que no campo reservado a anormalidades o apitador diz em duas palavras, tudo aquilo que não vimos - somente para relembrar, um jogo de luz(raio lazer) que perturbou o goleiro do VEC; esse mesmo goleiro esteve mais no chão do que em pé; comportamento do público; iluminação; efetivo de policiais; enfim -, ele escreveu: nada houve! É?
(Foto: reprodução do Facebook)

Ora, ora meu caro Jonathan porque não pegou dicas ao ótimo Arnoldo Figarela, ou ao teórico Arnildo para preenchimento desta súmula. Mais uma vez pisou na bola e feio.

(E aqui o momento que o árbitro sai escoltado/foto: Alexandre Almeida)

Para reforçar. Confesso que li tanto o RGC - Regulamento Geral da Competição, assim como o Regulamento Específico e não vi nada que falasse que os atletas naquele dia que foram advertidos estavam recebendo seu primeiro amarelo e ou vermelho. Portanto, olho vivo.

O que diz o art. 47 do RGC

- perde a condição de jogo para a partida oficial subsequente do mesmo campeonato ou torneio o atleta advertido pelo árbitro por infração de natureza disciplinar, a cada série de 3(três) advertências(cartões amarelos) independentemente da sequência dos jogos previstos na tabela da competição. 

O que diz o art. 16 do Regulamento

- parágrafo 6º o atleta perde a condição de jogo para a partida subsequente do mesmo campeonato, a cada série de 3(três) cartões amarelos.
- parágrafo 7º por determinação da Fifa e CBF os atletas cumprirão sempre a suspensão automática, após advertência com o terceiro cartão amarelo ou após um vermelho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)