Pular para o conteúdo principal

Estádio Aluizio Ferreira, falta uma peinha de nada para terminar a reforma

Tarde de quinta-feira(25), como estou fazendo quase todos os dias - aliás, estou andando mais no estádio Aluizão do que o Sr. Pedro Beletti -, pois bem, vi uma movimentação diferente ali na frente do estádio, dois carros pretos daqueles próprios de transportar autoridades. O faro da notícia foi mais longe.

Desço do meu carro, preparo o celular para registrar umas fotos e consigo. Consigo pegar, o chefe da casa civil Emerson Castro e o próprio mandatário maior do estado Confúcio Moura, ambos de costas mas vale o registro. Isso sem contar com outras autoridades que vou enumerar e gente bonita da área da comunicação do governo.
(Lá no fundo: Emerson de camisa branca e Dr. Confúcio Moura de paletó)

Outro fato que chamou atenção, a roupagem bonita do velho Aluizão. Diria eu, e até acompanhando o blogueiro Confúcio Moura, que falta uma peinha de nada para o estádio ficar pronto. Talvez uma letra - enquanto uns dizem que o nome do estádio tem a palavra Olímpico, e escrito Aluisio com "s", outros confirmam aqui no Blog que o nome é Aluízio com "z".
(Aluizio ou Aluisio Ferreira)

Com relação aos refletores, o secretário Rodnei Paes que estava lá também confirmou a este cabeça-chata o seguinte: terça-feira(1º), chega uma carrada contendo todas as luminárias novinhas em folha. Falha, existe o plano B - que seria a colocação das antigas lâmpadas, para o jogo de abertura do estadual dia 5 de março -, mas dia 9 o SC Genus joga contra o Rio Branco-AC, com refletores equivalente ao astro Sol às 20h30.
(Rodnei Paes - Sejucel; eu, Edna Kobayachi e Mendes - Decom)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)