Pular para o conteúdo principal

Genus passou 63 minutos na 1ª colocação, e termina em 3º

É uma partida de futebol, como falam os poetas Samuel Rosa e Nando Reis na música de mesmo nome: bola na trave não altera o placar - só nesse quesito poderia ter sido 2 a 1 Atlético -, aliás o Genus começou poderoso pra cima do Galo acriano; Tcharles voltou a jogar bem, Wellington muito produtivo, Fernandinho, Alex, Luciano Mourão todos dentro de um padrão bom de jogo.

É tanto que o aurigrená da capital rondoniense abriu o placar aos 32' com Alex em cobrança de pênalti, marcado pelo atrapalhado árbitro Sr. Alinor - afinal houve sim a falta máxima em cima do Wellington - mas, a indicação de penalidade atrapalhou até quem estava narrando, ou acompanhando o jogo assim como eu.

O meio campo é lugar dos craques..., que vão levando o time todo pro ataque..., do lado do Atlético destaco dois: Josy e Polaco - o que esses dois jogam não é brincadeira -, do lado do Genus: Alex e Luciano Mourão - ora o técnico perde logo os dois; Alex (expulso por um critério maluco do Sr. Alinor) e o Mourão (por desgaste físico) e ai, quem saiu ganhando com essas baixas.

Ora se o Atlético já tinha o domínio das ações. Se o goleiro Franco não sujou o material na segunda etapa - porque o Alex foi expulso aos 18' do segundo tempo -, quer dizer o gol de empate do Atlético somente aconteceu após o Sr. Alinor ter acrescentando 4' minutos. E aos 49' Eduardo com certa categoria, colocou a bola no canto esquerdo rasteiro do goleirão Tiago Rocha (contínua um baita de um goleiro).

Aqui pra nós: esse timaço do Atlético foi um dos melhores que já vi na atual Série D, o Genus esteve por exatos 63' na primeira colocação do grupo A-1, terminou em terceiro - explico os 63' -, o gol do Alex foi aos 32' com mais 14' já que o Sr. Alinor acresceu UM no 1º tempo. Então 14' mais 49' do segundo tempo, nosso aurigrená ficou no topo com 6 pontos.

De repente toma o gol do empate e desce para a 3ª colocação abaixo do Nacional-AM, os dois com 4 pontos mas o Naça tem ZERO gols de saldo e o Genus menos UM.

Isso é uma partida de futebol..., próximo domingo dia 3 de julho os jogos da volta. Dá pra classificar? Sim, temos 9 pontos em disputa. Quem sabe beliscar uma segunda colocação entre os 15.

Deixo registrado a atitude (ótima por sinal), das torcidas: do Genus como mandante e do pessoal do Atlético-AC, numa verdadeira confraternização ambas unidas e tirando as famosas selfies. 
(Torcidas: Genus e Atlético - Selfies)

(Torcida Sangue Azul do Atlético-AC)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)