Pular para o conteúdo principal

De "ressaca" Periquito vira pra cima do Lobo e assegura o G-3

Nem pense que a expressão "ressaca" é aquela famosa. Nada disso: falo da ressaca de viagens e mais viagens, de noites mal dormidas, aeroporto, hotel, futebol. Isso não dá ressaca? Claro que sim. Além disso o cansaço muscular, suspensão por cartões e o elenco apesar de muitos atletas, mas sem muitos "cascudos" como p. ex. o Real e o próprio Barça.
(RSC x VEC para 41 pagantes - créd: Blog Umas e Outras)

Esse o panorama que vi do Rondoniense neste domingo,23, na última rodada do primeiro turno do estadual. O time entrou em campo sem quatro titulares - Paulão, Alesson, Careca e Pemaza -, longe da fazer críticas aos que entraram - Elvis, Fernandinho, Biscola e Tanaka. Elvis a muito tempo era cobrado sua presença em 90 minutos.

Jogou muito bem o canhotinha, pra mim poderia estar mais à frente, mais próximo dos atacantes. Fernandinho vem recuperando sua forma antiga, melhorou com a entrada do Alesson no intervalo do jogo. Biscola sempre boa presença de área, é tanto que deixou sua marca. Tanaka quando mudou de posição com o Fernandinho - foi pra esquerda - e até testou o goleiro adversário, mas no final dos 45' já estava com a mão nos quadris.

E o jogo

Como falei acima, o Periquito entrou meio sonolento. Consegui até algumas trocas de passes com Quintino jogando mais avançado, com Elvis um domínio de bola incrível, recebendo muita faltas e o juizão sem "ver" coisa nenhuma.

O VEC com a pilha toda, tendo em Robinho a responsabilidade de levar pra cima, ora com pedaladas e outra com alguma técnica. Mas era um time irritante, qualquer jogada de contato (e o futebol é isso), os caras caiam e somente saiam na maca. Uma das alternativas do Lobo seria a bola parada, e foi assim que eles abriram o placar.

Aos 11' bola de escanteio cobrado por Thiago lateral direito, na cabeça de Rafael Carioca livre na pequena área deu uma testada que parecia um chute. RSC 0 x 1 VEC, dai pra frente tome mais cai-cai sem necessidade e claro, maca para retirar os atletas do Lobo do Cerrado.

Aos 25' uma linda jogada do ataque do Rondoniense, um minuto antes Tanaka chutou com violência em direção ao gol de Fernando Henrique, a bola bateu nas costas de Quintino e na volta o atacante Biscola mandou para o gol de voleio, ou meia bicicleta, goleirão mandou a escanteio. 

Fim do 1º tempo: RSC 0 x 1 VEC

Estava indo embora a 3ª colocação, o Lobo tomava a vaga. Na volta, Elias Santana já veio com Alesson na vaga de Tanaka. Começava por ai a melhorar as coisas, Fernandinho ficou mais à vontade com o novo parceiro de ataque.

Aos 10' uma grande jogada de Hércules que começou no seu campo de jogo, ele driblou pelo menos uns quatro atletas do VEC. Ótimo lateral, sempre jogando agudo e na vertical, nessa jogada ele veio na diagonal e entregou a bola para o Alesson, que acreditou levou pra cima de seu marcador já dentro da área do VEC e chutou forte, goleirão soltou e quem estava por lá Biscola que meio de carrinho, meio deslizando fez o gol. RSC 1 x 1 VEC.

Dai pra frente o Periquito acordou de vez. Biscola deu lugar ao Careca e Pither entrou na vaga de Elvis. Faltou pouco para Careca ampliar o marcador, mas o jogo estava mesmo para Alesson. Foi dele as investidas em direção ao gol, e foi dele o gol da virada - quer dizer ele atrapalhou o zagueirão que cabeceou contra seu próprio patrimônio - aos 24' portanto o gol da virada do Periquito. RSC 2 x 1 VEC.

Esse foi o placar final de uma partida que começou meio insossa, mas no final ficou tudo bem apesar de ter ido até os 50'. Arbitragem, não consigo ver tantos predicados no Sr. Salvino Rosa para apitar tantos jogos bons de se trabalhar, e sempre ele deixa algo a se registrar. Além de tudo ele não tem muita ajuda de seus assistentes, no primeiro jogo dele aqui no Aluizão foi o Naldo Melo e ontem a Márcia Caetano, para mim houve um pênalti em favor do RSC e uma falta em cima do lateral esquerdo Marquinho Carioca, ali pertinho do coque (é o novo!) de nossa musa da bandeira, caladinha ela ficou.

Com os resultados da 7ª rodada

Real 3 x 0 Guajará
Barça 2 x 1 Genus
Jipa 1 x 1 Ariquemes
RSC 2 x 1 VEC

A classificação ficou assim

1º) Real 17 pontos
2º) Barça 16 "
3º) RSC 11 "
4º) VEC 08 "
5º) Genus 08 "
6º) Ariquemes 07 "
7º) Ji-Paraná 05 "
8º) Guajará EC 00 "

Próxima rodada 8ª (30/04)

Guajará x RSC
Real x VEC
Barça x Ariquemes
Genus x Ji-Paraná




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)

Ariel Mamede e Welmer Bueno, juntos na mesma equipe

É isso mesmo, o mundo do futebol gira rápido demais. Assim como o mundo da política, da economia e das fofocas. Assim foi com o amigo e técnico de futebol Ariel Mamede, saiu daqui de Porto Velho-RO com um pé na taça de campeão-2016, e uma das mãos já levantando a mesma. Antes disso saiu do também RSC o dirigente Welmer Bueno, ambos retornaram ao estado de Goiás.
Enquanto Ariel foi dirigir um time goiano querendo subir da segunda divisão para a primeira, Welmer Bueno voltou para "seu" Vila Nova, no comando administrativo das divisões de base. Nesta copinha que ainda está rolando a bola, o que aconteceu: o Vila saiu de Goiás com status da melhor equipe do paraíso verde na categoria, acabou caindo na fase de grupos.
Enquanto o maior rival do Vila Nova, o Atlético Clube Goianiense ora dirigido por Ariel passou de fase. E aí vem as raquetadas da vida, neste sábado(14) o Vila Nova dispensa Lucas Oliveira, e foi buscar no Dragão o jovem comandante de lá. E agora estarão juntos em um …