Pular para o conteúdo principal

Guajará depena o Galo Marambaia, e não é coisa de 1º de abril!

Era o quarto jogo para ambos os times no rondoniense-17, de um lado o Glorioso GEC jogando em casa com saldo negativo de três pontos, após punição pelo TJD. Do outro o desespero do Ji-Paraná FC querendo faturar seus primeiros três pontos.

Quatro da tarde, os dois times em campo, arbitragem, gândulas, PMs e, cadê ambulância? Liga daqui, corre ali e nada. Nas arquibancadas os poucos mais de 235 torcedores já ansiosos para a bola rolar. Numa cabine via-se até a presença do Governador em Exercício, Daniel Pereira. O árbitro Servílio Patrício esperou os 30 min e, avisou aos capitães de ambas equipes - vou esperar mais 30 min -, ok.

Dessa segunda tolerância, permaneceu somente mais 7 minutos quando finalmente a ambulância adentrou ao estádio. Patrício acertou os dois cronômetros, e deu-se o tiro de saída em favor do time da casa. O anfitrião já mostrava que hoje seria seu dia de faturar pontos, basta dizer que aos 13' numa bobeira da defensiva do Galo, Thiago abriu o placar para o Guajará.

O Jipa adiantou suas linhas, marcando mais a saida de bola do GEC. Mesmo assim, apareceu muito bem o veterano e bom de bola goleiro do GEC, Ferreira. Pelo lado do Jipa, Edney não comprometia embaixo da trave. Mesmo com uma movimentação lá e cá, o placar do primeiro não se modificou. Permaneceu: Guajará 1 x 0 Jipa.
(Ji-Paraná FC(azul) com 8 atletas em linha alta - Foto: Junior Freitas do GE)

Na volta para a segunda etapa, o sainte Celino técnico do GEC não mexeu no time. Coisa que ele faria já na metade do segundo tempo, quando entraram: Bruninho, Yuri e Johny William. O Johny William, merece um capítulo a parte. Já o Galo Marambaia, por incrivel que pareça somente levou 13 atletas - sendo um goleiro reserva e o atacante Piu-Piu -, Marialvo ainda colocou o Piu-Piu na vaga do Rincon.

Mas voltando a falar do início da segunda etapa: O Guajará queria aumentar o placar para se possível conquistar a vitória, e lógico os três pontos. Deu certo, por volta dos 10' Lucas fez 2 a 0 GEC. Nessas alturas o Jipa já contava com Piu-Piu, e foi dele o gol da reação aos 23' pegou de jeito na bola e diminuindo: GEC 2 x 1 Jipa.

Chegou o cansaço, a estafa era evidente nas duas equipes. Coube então a Johny William fazer o gol mais bonito dos quatro da tarde de 1º de abril - golaço -, fechando o placar em 3 a 1 para o Guajará. Com isto, paga-se o débito com a Justiça Desportiva e, pensar em pontuar daqui pra frente.
(Arbitragem trabalhou muito bem, neste sábado em Guajará-mirim)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)