Pular para o conteúdo principal

Rondoniense vocês nos representam

Cheguei em casa antes da meia-noite desta quinta-feira,20. Portanto, antes de começar o feriado de Tiradentes, acompanhei a transmissão do jogo entre Luverdense-MT 3 x 1 Rondoniense-RO. Eu e o amigo Naldo Dias trabalhando no estúdio da Rádio Globo em conexão com a Rádio Atitude FM 103,5 lá de Lucas do Rio Verde.

Tomamos um "porre" de: orgulho, adrenalina, apreensão (no sentido de inquietação), parecia que nós dois estávamos na arquibancada gritando, torcendo, batendo na mesa (ainda bem que o material é mármore). Enfim, vale o título acima até porque esses 11 que entraram em campo hoje, já estão na ponta da língua, já sabemos de cor quem o Elias Santana manda entrar.

E porque vocês nos representam? No início eram 18 equipes, agora as duas da grande final: Paysandu atual campeão que chega à final pela terceira vez, em quatro edições da Copa Verde e Luverdense pela primeira vez. Sabe onde está nosso Rondoniense, é o quarto colocado no meio dessas feras. Perdeu sim para uma equipe da Série B do Brasil, um fato a se destacar.

Fico alegre, emotivo e espero que a equipe do Rondoniense continue nessa luta. Valorizar a base, dando chances mesmo que seja gente de fora, mas com potencial. Ouvi elogios do repórter José Melo da Rádio Atitude quando falava do goleiro Biro, aliás, dos dois goleiros onde ele dizia que os dois foram formados na base do time.

Baseado na fala do companheiro de crônica esportiva, fiz um levantamento das idades dos 11 que entraram em campo nesta quinta-feira,20. Para quem gosta de número assim como este locutor, saibam que; a soma das idades dos dois goleiros citados pelo astuto repórter dá a idade do excelente Quintino - Biro com 19a e William,16a. 

Vamos aos 11 titulares

(Decisão em estádio Passo das Emas - créd: William Schmidt)

Biro,19a
Hércules,24a
Dhonathan,22a
Quintino,35a
Marquinhos Carioca,23a
Cabelo,26a
Paulão,25a
Pither,23a
Alesson,22a
Careca,26a
Pemaza,27a

Total de 272 anos e média de 24,7 anos ou seja, uma excelente média. Parece também um ótimo grupo para se trabalhar.

Aproveito o final da postagem e passo mais duas informações quentinhas: uma boa e outra não muito legal.

A boa - tudo indica que o craque Quintino continua na ativa, ele queria o time na final da Copa Verde, não alcançou o objetivo. Quem sabe o BI.

A ruim - o ótimo preparador físico da equipe William Schmidt publicou em seu perfil do facebook, do orgulho que sentia do grupo, aproveitou para agradecer a acolhida por parte da capital e, estava se despedindo do RSC.

Parabéns a todos que fazem o RSC - desde a Srª do cafezinho ao presidente Antonio Tadeu - pois o nome do clube está no Brasil e no Mundo, e não através de..., passa pra lá (delator)...,aqui é o Futebol é a juventude que prevalece.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Vila Nova FC - GO contrata dois do futebol rondoniense

Um é "veterano" dos seus 34 anos, mas a função talvez exija uma pessoa dessa estirpe, com formação superior em Ciências Contábeis; foi observador da base do próprio Vila Nova; trabalhou como Coordenador de Esportes e, portanto, na formação do Rondoniense SC onde sagrou-se campeão do 1º turno de 2016 no Periquito do Ulisses Guimarães - com às mãos nas costas -, depois saiu e foi especializar-se em Coaching na área esportiva, lá em Manaus-AM.
Falo de Welmer  Bueno(f), que já assumiu o cargo de Coordenador Geral da Base do Vila. Os objetivos traçados para o time goiano são alvissareiros e factiveis, senão vejamos: 1) tornar a base do Vila Nova, uma base profissional; 2) captar recursos financeiros para viabilizar todo o projeto; e 3) trabalhar a formação e liderança da equipe, captação de jogadores para a base, disciplina e compromisso. Falando em compromisso, a primeira grande batalha do Vila é a Copa SP com início dia 3 de janeiro próximo. (Welmer Bueno - reprodução/facebook)
A …

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)