Pular para o conteúdo principal

Genus sem protagonismo nenhum virou presa fácil

Até por volta dos 20' de jogo, parecia que teríamos um grande jogo no aluizão. O Barça bem postado em campo com presenças marcantes de um Pato camisa 10, rápido e de jogo verticalizado, desse Nick que pelo que mostrou hoje, já tem cadeira cativa no time do Batizoco. Pablo já não é mais promessa e muito boa a participação do goleiro Lucas - daqui a pouco falo mais do goleiro.

Claro que não ia deixar de citar os que fizeram a diferença no jogo de hoje: Edilsinho foi o meu destaque no time do Barça, não decepcionou o blogueiro. Fez o um a zero aos 28', Cucau dá o sangue e aproveita até quando tem gás, Cabixi o interminável atacante fez o dele numa bobeada do Caio goleiro do Genus, e depois jogou até no gol. Por último destacar esse Vitão, um gigante à frente da zaga - por alto, por baixo, em profundidade - joga demais o Vitão.

E do lado do Genus; bem, nosso aurigrená há muito deixou de protagonismo, vem se tornando presa fácil para os adversários com jogadas aéreas, somente consagrando o goleiro adversário, ou a dupla de zaga. Hoje até a metade do 1º tempo, com o gás total do Luciano Mourão, com a visão de jogo do Charlinho e a velocidade de Gabriel, tivemos alguns lampejos - repito, principalmente desses três - e desperdiçados por Tcharles.

Aliás, não se vê triangulações, jogadas ensaiadas, chutes certeiros ao gol por parte do Genus. Mirandinha sempre diz que são atletas muito jovens, mas o tempo tá esgotando, a semifinal tá bem ai. Entendo que o preparo físico tá bom mas, o técnico/tático que é bom - nadica de nada. Mais uma vez, Profº Mirandinha que foi exímio goleador, arranje um meio dessa bola entrar. Balãozinho somente não dá.

Alguns pitacos com relação aos goleiros e ao juizão - eu falava durante a transmissão; goleiro e o juiz do jogo é bom elogiar somente ao final dos 90' -, parece que andei comendo carne de pavão, senão vejamos: o goleiro do Genus eu apontava como o destaque do jogo, e não me arrependo, teve culpa no segundo gol do Barça. Sim, teve. Mas, o que esse Caio tem de crédito junto ao torcedor, ainda está no lucro.

O outro goleiro, Lucas do Barça: entrou na pilha do Tcharles, agrediu o 11 do Genus foi expulso, saiu chutando até as plantas ali perto do banco de reservas, enfim uma lambança total. E o árbitro Caio Cazuza no geral talvez tenha sido sua maior apresentação - cartões aplicados em quem merecia, está mais atencioso com os assistentes -, onde pecou: na bola em que ele marcou que foi recuada pela zaga do Genus, pra mim não foi, quando ele tiver mais uns 5 anos de apito vai entender que foi chutada pelo atacante do time adversário - na pior das hipóteses falta para a defesa.

E o prejuízo nessa jogada, saiu o primeiro gol do Barça. Outro lance capital em desfavor do jovem árbitro - a agressão do goleiro Lucas (Barça) no Tcharles, expulsão correta do goleiro -, mas não tenho certeza absoluta se a bola estava em jogo, se estivesse era para marcar pênalti. Ele depois da confusão marcou tiro de meta. Outra situação, como é que o goleiro foi expulso, ai vem um jogador de linha - no caso Cabixi -, vem para o gol, até ai tudo bem: mas veste a mesma camisa do expulso, ou seja, se houvesse a expulsão do "goleiro" Cabixi, esse 22 teria sido expulso duas vezes?

E para não alongar muito: que coisa feia o final do jogo, socos, pontapés, correria, tudo por conta da súmula do 1º jogo entre: Tiago Batizoco x Mirandinha, um trecho lá da súmula em que o velho Miranda com este mesmo árbitro, ao final do jogo em Vilhena diz que os árbitros protegem esse time b...., será que vai dar TJD de novo?

Meus amigos, saudade de ver uma final: Real Madrid e Juventus, acaba o jogo um perde de 4 e vão de mãos dadas agradecer ao torcedor que saiu de casa para vê-los jogar. Os treinadores, o perdedor normalmente vai cumprimentar e parabenizar seu companheiro de profissão.

Com os resultados desta quinta-feira,8.

Genus 1 x 2 Barça
VEC 3 x 2 RSC

VEC conquista o returno e vai jogar a semifinal contra o Barça, os jogos ficaram assim: (*)

Dia 15/6 - quinta-feira - Genus x Real 
Dia 17/6 - sábado - Barça x VEC

Dia 22/6 - quinta-feira - Real x Genus
Dia 25/6 - domingo - VEC x Barça 

(*) atualizado: às 11h50 de hoje,9, informações de João Dalmo 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)