Pular para o conteúdo principal

Rondoniense SC: chama os canhotos que eles resolvem

Houve uma época no próprio Periquito que tava "impestado" de canhotos - quem lembra: Kauê, João Paulo, Michel, Viotto -, ai trouxeram Edilsinho e Marcos Canhoto. Pois neste sábado(15), no Aluizão pela 5ª rodada do sub-20, lá estavam vários canhotos e resolveram a parada.

Num jogo em que nem empate servia, o time com quatro pontos teria que conquistar mais três e torcer por um empate em Ariquemes, entre Real e Genus. Na melhor das hipóteses uma derrota do aurigrená e, tudo se resolver na última rodada. 

Porém, as coisas nem sempre saem como o projetado. O que se viu nos primeiros 45 minutos foi um Rondoniense com excesso de precisão, sempre um toque a mais e perdendo inúmeras oportunidades de abrir o placar. O Porto Club até aventurou-se e encarou de peito aberto o Periquito. Aos 34' veio o primeiro gol da goleada de 5 a 0.

Chaquiri, isso mesmo o conhecido Wesley que agora trabalha e bem no meio-campo num escanteio muito bem cobrado, na cabeça do zagueiro canhoto Gabriel - este somente cumprimentou o goleiro Gabriel do Porto - e fazia o primeiro gol para o RSC. Aquela velha história de quando sai um gol, abre a porteira, pareceu nítida no jogo de hoje.

Até o apito do Álvaro para finalizar o primeiro tempo, só aumentou a pressão do Periquito em cima do rubro-negro. Mesmo assim terminou o primeiro tempo com: Porto 0 x 1 RSC.

Perguntado ao técnico Parma Oliveira se poderia haver mudanças no intervalo ele disse: "vou ali conversar com os atletas, acredito que não haverá mudanças(troca), mas atitude sim; precisamos da vitória e precisamos de saldo de gols".

Pelo lado do Profº Odilon Campos (Porto) ele disse: "tirei o Pedrinho porque ele já tinha amarelo, e poderia pegar um vermelho. Vamos partir para o empate".

O segundo tempo a história mudou, gosto muito do técnico que muda o estilo de jogo de seu time dentro do jogo - o que eu quero dizer com isso - sem trocar peças, somente posicionamento e, claro uns gritos também resolvem. O Breno começou a cair mais pela esquerda, o Pablo passou a render mais. E o Kelvin, este é um assunto à parte. Joga demais, hoje até a mãezona estava por lá. Acredito que a namorada, as primas, o irmãozinho mais novo, até o periquito(opa!), mas este ele já leva no peito.

Aos 8' justamente o segundo canhoto a marcar - lembram que o primeiro foi o zagueiro pela esquerda Gabriel -, pois bem, Mateus Castro outro canhoto ajeitou e Kelvin marcou. Aos 10' foi a vez do camisa 10 Mateus Castro fazer o dele, Gabriel goleiro do Porto saiu mal e entregou a bola no pé esquerdo de Pablo(RSC), este tocou para Mateus Castro com extrema "dificuldade" com o pé esquerdo tocou para o gol, a bola bateu na trave e voltou pra ele fazer o terceiro do RSC.

E tem mais..., ora se não tem, foram mexer com os canhotos. Aos 13' Pablo avança pela esquerda e com o pé esquerdo cruza voltando, rasteiro e Kelvin se estica todo e manda para o fundo das redes do Porto, era o 4º do RSC e o segundo do Kelvin.

Dai começou uma série de modificações, tanto de um lado como do outro. Parma de Oliveira (RSC) retirou de campo seus canhotos: Kelvin, Mateus Castro, Isaac e Chaquiri, até para poupar agora sim uma decisão contra o SC Genus, no sábado(22).

Mas ainda cabia mais, aos 47' Patrick que acabara de entrar na vaga do Isaac, mostrou oportunismo numa bola "vadia" que sobrou na pequena área, ele mandou um tirambaço sem chances para o bom goleiro Gabriel Lopes do Porto. Final de jogo: Porto Club 0 x 5 RSC.

Em Ariquemes o Genus perdeu de 1 a 0 para a forte equipe do Real Ariquemes, com gol de Vagner Júnior. Mas, segundo informações houve um gol mal anulado do Luan Fernando do Genus. Pra não dizer que não falei de flores; por aqui não foi muito bem o assistente nr 02 Cristiano Pereira, em lance de impedimento a favor do Porto Club no segundo tempo, assim como o árbitro Álvaro Araújo em dois lances considerados pênaltis em favor do RSC - os dois em cima do artilheiro Breno - o homem que não tem medo de cara feia de zagueiro.

A classificação ficou assim até a 5ª rodada - Grupo A.

1º) Real Ariquemes...11pg..., 3v, 2e, 0d, 12gols e saldo de 7gols
2º) SC Genus.......... 08pg..., 2v, 2e, 1d, 07gols e saldo de 3gols
3º) Rondoniense SC..07pg..., 2v, 1e, 2d, 16gols e saldo de 8gols
4º) Porto Club..........01pg..., 0v, 1e, 4d, 04gols e saldo de (18gols)
(Isaac, volante do RSC - foto: Flávio Daniel)






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)