quinta-feira, 1 de novembro de 2018

No dia das Bruxas, e de estreia as traves foram protagonistas

Noite de 31 de outubro, dia do famoso Haloween, ou dia das Bruxas. A bola rolou no velho Aluizão para a 1ª rodada do campeonato Hulk feminino de Rondônia, rodada dupla com início às 18h30 e segundo jogo às 20h30. Tudo transcorreu da melhor maneira possível, se não fora as duas goleadas.

No primeiro jogo: Genus 0 x 5 Real Ariquemes, e no jogo seguinte: Porto Velho EC 4 x 1 Porto Club. Foram 10 gols assinalados, diga-se que o futebol feminino em nosso estado melhorou bastante - falo nosso estado - pois várias meninas, mais de uma centena das quatro equipes é constituída por atletas do interior de Rondônia.

No primeiro jogo da noite, visível a superioridade do Real Ariquemes em cima do SC Genus. O timaço de Ariquemes sob o comando de Jair Silva, soube se impor em campo não dando chances ao Genus. A goleada começou aos 15' com a camisa 11 Alicea, depois gol contra e Regina três vezes, pediu até música.

Placar final: Genus 0 x 5 Real Ariquemes

No segundo jogo, a tão esperada estreia do Porto Velho EC - estreia em tudo, no futebol de campo e no naipe feminino -, a ansiedade das meninas tricolores fez com que as finalizações não fossem da maneira como pensava Paulo Eduardo, o COACH do Tricolor da Base Aérea. Até onde meus sinapses ajudaram, foram cinco bolas chutadas pelo PVH EC nas traves da boa goleira Gaby do Porto Club.

Pois bem, com 12 finalizações ao gol do Porto Club, destas, somente 4 foram aos fundos das redes da Gaby. Leila Weber aos 14' abriu o placar de maneira categórica, Kamila aos 24' e Monique aos 41' foi o placar do 1º tempo. Na segunda etapa o Porto Club adiantou sua linha e manteve uma certa pressão em cima do PVH EC, porém, desta vez quem apareceu e bem foi Karla a goleira do tricolor.

Com várias substituições em ambas equipes, principalmente com a entra da Nenê no PVH EC - ela inclusive protagonizou um dos belos momentos do jogo -, recebeu uma bola em profundidade, partiu de seu campo em direção ao gol adversário, ganhou de uma "novinha", escorou e chutou - pra mim ela quis furar a rede da Gaby. Resultado, bola na trave (uma das cinco).

Placar final: Porto Velho EC 4 x 1 Porto Club.


(*) Ah, faltou dizer: sem problemas nenhum nas duas arbitragens - Fledes no primeiro jogo e Thiago Brasil -, esse nem o tempo técnico no 2º tempo, ele aplicou. Um cartão amarelo veio sair aos 42' do 2º tempo para Angra do PVH EC (porque parou um contra-ataque). Parabéns!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ji-Paraná FC adia data da eleição pela terceira vez

Agora é oficial. A primeira vez o local de eleição para nova diretoria do Galo da BR, não estava disponível (seria no sábado/10), a segunda...