segunda-feira, 18 de maio de 2009

ALUIZIO FERREIRA EM TARDE/NOITE DE CASA CHEIA VÊ O GENUS CHEGAR À SUA SEGUNDA FINAL

O Estádio Aluizio Ferreira foi palco neste domingo (17) de mais uma vez o Sporte Clube Genus da Capital, chegar a uma final de Campeonato. O mais antigo clube da 1a divisão - são 28 anos de fundação - conquista essa condição pela 2a vez, uma espera de nove anos. Sendo que em 2000 o time grená disputou o título com Guajará Mirim, e o time da Pérola do Mamoré ganhou o Campeonato.
.
Desta vez o adversário do Genus é o VEC. O Lobo do Cerrado, que também já conta com a conquista de um título em 2005. Tem em seu favor a condição de decidir em casa, assim como vários Vices, portanto, é um time mais apegado a decisões. O VEC ganhou do Rolim por 1 a zero no Portal da Amazônia, terminando 1a e 2a fase líder absoluto.
.
Mas e o jogo aqui no Aluizão! Genus e Ariquemes, proporcionaram ao ótimo público presente um bom espetáculo. Ao Ariquemes somente um placar lhe favorecia - vitória -, por isso o técnico Paulo Cesar Alencar escalou o maior artilheiro de Rondônia, Cezar desde o início e foi dele justamente aos 14' de cabeça a abertura do placar em favor do Ariquemes.
.
Jogo lá e cá. O Genus abusando de jogadas aéreas, que resultava sempre nas mãos do bom goleiro Wilson do Ariquemes. Adrenalina à flor da pele no time grená, muitos passes errados, nervosismo. Coube então ao pequeno/grande ala Iury(Genus) sair driblando quem encontrasse pela frente, e lá na frente a bola encontrou o pé esquerdo de Marcos Canhoto. Já nos acréscimos do primeiro tempo, fez Genus 1 x 1 Ariquemes. Estava assim carimbado a passagem do Genus para disputar a final do rondoniense 2009.
.
Segundo Tempo. Os técnicos inicialmente não modificam seus times. Coube então ao Paulo Cesar Alencar(Ariquemes) colocar mais artilharia no jogo, ele retira Nenego e coloca Leandro Rodrigues. O Marcos Sequetto(Genus), coloca então seu talismã Gilvan na vaga de Renam, e coube justo a Gilvan proporcionar o lance de maior adrenalina deste período. Numa bola esticada pra ele - Gilvan -, que leva pra cima da zaga do time ariquemense. Opa! Obstrução, juizão apita e falta dentro da área, penalti. Quem cobra? Sempre é ele Gilvan, mas dessa vez foi lá Rinaldo, correu, bateu, bola na trave e a defesa tira dalí.
.
A torcida que foi em peso, temeu pela sorte do Genus. Mas ficou nisso mesmo até o apito final do bom árbitro Almir Belarmino aos 51' do segundo tempo.
.
Ficha Técnica: Genus 1 x 1 Ariquemes - jogo de volta da semifinal. Classificado Genus para a final. Árbitro: Almir Belarmino Caetano, assistentes; Márcia Bezerra e Moacir Osterne; 4os Árbitros; Fledes Rodrigues e Edilson Falcão.
.
Genus: Heverton Perereca; Kenedy, Tiago Vela e Guará; Iury, Reginaldo, Jailson, Renam(Gilvan) e Luciano; Marcos Canhoto(Marcos Souza) e Rinaldo(Jonathan). Téc. Marcos Sequetto.
Ariquemes: Wilson; Marcone(André Diniz), Biro, Eder Paraiba; Fabinho, Wanderson, Nenego(Leandro Rodrigues), Leivinha(Juninho) e Cadú; Cezar e Saulo. Téc. PC Alencar.
Cartões Vermelhos: Cezar(Ariq) e Jonathan(Gen). Gols: Cezar(Ariq) 14' e Marcos Canhoto(Gen) 46' todos no primeiro tempo. Público pagante: 1600 pessoas para uma renda de R$ 13.250,00. Público estimado em 4800. Obs: Mulheres, crianças até 12a e pessoas com mais de 65a não pagaram ingressos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caiu o número de gols da 3ª rodada

Os dados da 3ª rodada do estadual-2020, apresenta diminuição no número de gols foram somente 07 gols assinalados em 5 jogos, ou seja, média...