sábado, 28 de julho de 2012

Bolt é o mais aplaudido entre os atletas, inspira voluntários e vira alvo de colegas

O jamaicano Usain Bolt foi um dos destaques da Olimpíada de Pequim, em 2008. E, pelo que se viu nesta sexta-feira, em Londres, ele já é principal aleta da 30ª edição dos Jogos. Atual campeão olímpico e recordista mundial dos 100 e 200 metros, ele foi o atleta mais aplaudido dentre os que participaram da cerimônia de abertura no Estádio Olímpico.

A delegação jamaicana foi uma das mais aplaudidas quando entrou no estádio; mas os aplausos ganharam muito mais força quando Bolt apareceu no telão. O público inglês vibrou muito com a presença do homem mais rápido do mundo.
Em meio a gritos e aplausos, até os voluntários se empolgaram: um grupo imitou o gesto clássico de Bolt, quando o jamaicano aponta o braço para o céu, em diagonal. Nem a falta de desenvoltura de Bolt como porta-bandeira – ele embolou a bandeira mais de uma vez – desanimou o público.
No centro do estádio, junto de atletas de todos os países do mundo, Bolt ficou novamente em destaque. Ele passou boa parte do evento sendo cumprimentado e tirando fotos com os colegas que também são fãs.

França, Itália, Alemanha, Índia, Estados Unidos e Brasil foram, também, muito aplaudidos. Quem também teve destaque foi o grupo de atletas olímpicos independentes. Os competidores – de Antilhas Holandesas e Sudão do Sul - disputam os Jogos sob a bandeira do Comitê Olímpico Internacional (COI) por pertecerem a países que não têm comitês olímpicos nacionais.

Por Thiago Arantes, de Londres, para o ESPN.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ji-Paraná FC comunica falecimento de seu massagista

Nota de pesar O Ji-Paraná Futebol Clube vem a público lamentar o precoce falecimento do famoso massagista "Zói", vítima de...