Pular para o conteúdo principal

Palpites, classificação e pitacos para 3ª rodada do rondoniense chevrolet

O campeonato rondoniense chevrolet já chega a 3ª rodada. Neste domingo(24) teremos rodada cheia e, somente o Espigão folga em virtude do número ímpar de participantes - sete no total -, a pedidos vou escrever meus palpites. Espero que vocês comentem lá embaixo. Lembrando, que na 1ª rodada foram 8 gols assinalados e na 2ª rodada foram 10.

Ariquemes x Ji-Paraná
domingo, Valerião - 18h15
ARIQUEMES - Problemas - Henrique machucado,o trabalho do Prof. Gilvan Pereira vem sendo contestado pelo torcedor e uma parte da diretoria. Time provável: Zanetti; Tálisson, Kleiton, Lucas e Kennedy; Abimael, Reginaldo, Glauber e Jean; Cezinha e Fabrício(Henrique). Téc. Gilvan Pereira.

JI-PARANÁ - Problemas - Victor Hugo expulso,o Prof. Cícero Lanza diferentemente do Cícero famoso da era romana, não tem sido muito aberto a oratória e não dá moleza aos órgãos de imprensa. Pelo menos teve a semana inteira para armar o Galo da BR e, conquistar seus primeiros três pontos fora de casa. Time provável: Diego; Nielsen, Tom e Marcelo; Dalvan, Yuri, Vieira, Leandro Montebeller e Raul(Wittalo); Rafael Pato e Artur. Téc. Cícero Lanza.

Curiosidade: ano passado, os dois jogaram em Ariquemes e o placar ficou em branco. Na volta, no Biancão o Ariquemes ganhou de 2 a 1.
PALPITE: Ji-Paraná FC

Pimentense x VEC
domingo, Luiz Alves Athaídes - 18h
PIMENTENSE - Problemas - com elenco bem reduzido, porém, "enxuto" como diria o Prof. Heder Palmonari, o time prestará mais atenção na marcação, pois sabe que o VEC vem mordido por ter perdido na estreia para o VEC. Time provável do CAP; Rodolfo; Nem, Nino e Ronald; Victor, Alex, Marcelo, Geilson e Michel; Douglas Muniz e Dudu. Téc. Heder Palmonari

VEC - Problemas - Cabixi saiu contundido no jogo contra o Rolim. O Prof. interino Claudio Vidal, gostou do desempenho do Lobo do Cerrado e, diz que vai pra cima do campeão da 2ª divisão. O time será o mesmo da estreia, com: Paulo Victor; Willian, Diego Paulista, Baltazar e Thiaguinho; Paulo Henrique, Kukau, Thiago Vinicius e Edilsinho; Cabixi(Chiquinho) e Rivaldo. Téc. interino Claudio Vidal.

Curiosidade: faz algum tempo que os dois não se cruzam, o CAP vinha amargando uma 2ª divisão e, subiu o ano passado.
PALPITE: Empate

Rolim de Moura x Genus
domingo, Cassolão - 18h
ROLIM - Problemas - Cleisson sentiu a coxa - adutor do lado esquerdo -, o Prof. Tiago Batizoco tem elogiado a garra e a alegria de jogar de seus comandados. Quem volta ao time será o volante Adalto, para continuar 100% diante do Genus ele manda a campo: Márcio; Dênis, Dannys e Miranda; Valtinho(Adalto); Léo, Gerson, Rafael e Guarate; Cleisson(Diego Barbosa) e Jiuliano Salim. Téc. Tiago Batizoco

GENUS - Problemas - Quintino saiu contundido do jogo em Ariquemes, o Prof. Neneca também terminou o jogo contra o Auriverde do Jamari com jogadores "leves" como Ronam e o endiabrado Anderson fazendo companhia ao craque de bola Marcos Canhoto, aliás dos pés desses três saiu o gol mais bonito da noite em Ariquemes - os dois a um do Genus -, o time provável será: Marlon; Dudu, Wagner Leonardelli, Alfredo e Boka; Quintino(Leandro), Anderson, Fabricio e Canhoto; Careca e Marabá. Téc. Neneca

Curiosidade: ano passado os dois jogos entre os dois rendeu 9 gols aos torcedores. Em PVH o Genus enfiou quatro a zero no Tigre. Na volta no Cassolão, Rolim ganhou de 3 a 2. O que mais o torcedor de ambos deseja, são os três preciosos pontos. É o primeiro tira teima do rondoniense chevrolet.
PALPITE: Genus







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)

Ariel Mamede e Welmer Bueno, juntos na mesma equipe

É isso mesmo, o mundo do futebol gira rápido demais. Assim como o mundo da política, da economia e das fofocas. Assim foi com o amigo e técnico de futebol Ariel Mamede, saiu daqui de Porto Velho-RO com um pé na taça de campeão-2016, e uma das mãos já levantando a mesma. Antes disso saiu do também RSC o dirigente Welmer Bueno, ambos retornaram ao estado de Goiás.
Enquanto Ariel foi dirigir um time goiano querendo subir da segunda divisão para a primeira, Welmer Bueno voltou para "seu" Vila Nova, no comando administrativo das divisões de base. Nesta copinha que ainda está rolando a bola, o que aconteceu: o Vila saiu de Goiás com status da melhor equipe do paraíso verde na categoria, acabou caindo na fase de grupos.
Enquanto o maior rival do Vila Nova, o Atlético Clube Goianiense ora dirigido por Ariel passou de fase. E aí vem as raquetadas da vida, neste sábado(14) o Vila Nova dispensa Lucas Oliveira, e foi buscar no Dragão o jovem comandante de lá. E agora estarão juntos em um …