Pular para o conteúdo principal

Cruzeiro(MG), Gama(DF), Genus(RO) e mais quatro de RR ocupam o seleto grupo dos 100 primeiros dias de 2013 invictos

Você sabia meu caro leitor(a) deste Blog que ontem quinta-feira, no 100º dia do presente ano somente poucas equipes - para ser exato oito do  futebol brasileiro -, encontravam-se no patamar das invictas.

Leiam aqui a matéria bem legal elaborada por Felipe Alencar, da redação do ESPN. Ele faz um retrospecto das equipes, e há quantas rodadas as mesmas defendem suas virgindades.

Pela ordem

Cruzeiro faz uma campanha muito sólida. Em nove rodadas do estadual, são oito vitórias e um empate. Um vitória também muito convincente da Raposa, foi nesta quarta-feira pela Copa do Brasil.

Gama-DF neste 2013 já disputou nove jogos no cadango. No 1º turno, três vitórias e três empates perdeu o turno invicto. No 2º turno o Gama continua sua saga, com uma vitória e dois empates.

Em Rondônia, o Genus segue imbatível na temporada. O campeonato local começou mais tarde, em relação aos demais estaduais no país. Mas o Genus permanece impecável, na última quarta-feira enfrentou o até então invicto Pimentense. O duelo foi equilibrado e empolgante, o Genus ganhou por 3 a 2. Liderança isolado no topo com 14 pontos em seis rodadas.

Mais a frente o repórter destaca o roraimense. Quero deixar bem claro a importância dada por um jornalista do eixo sul-sudeste e, espero que o meu leitor assíduo destas mal traçadas entenda que é um feito. O ilustre que fez este levantamento talvez nem saiba que o "nosso" querido Genus somente atue fora de casa. Porque casa ele não tem.

Então cara-pálida, não estou "nervosim" como você diz, e não quero lhe forçar a coisa nenhuma e mais, faça como o repórter da ESPN dê valor a quem merece. Tenho dito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)