Pular para o conteúdo principal

Bomba: G-4 da semifinal pode ser decidido no Tapetão

E o campeonato rondoniense chevrolet que chega finalmente à sua 14ª rodada, ou seja, na rodada em que aparentemente iria indicar os dois clubes que se juntariam a Genus e Pimentense, para formar o famoso G-4. Digo iria, pois nesta quinta-feira,2, apareceu um problema sério para o TJD-RO "descascar" e, cai em cima do Art. 214 do CBJD.

Mas, vamos aos fatos: no dia 28 de março jogaram VEC x Ariquemes e, o atleta Cesar da Costa Oliveira, do Ariquemes foi expulso aos 32min do 1º tempo de jogo. Pois bem, o atleta cumpriu uma partida automática e voltou a atuar normalmente.

Quando no dia 25 de abril em sessão do TJD o denunciado Cesar da Costa Oliveira, incurso no Art. 258, § 2º, II do CBJD, recebeu pena de suspensão por 02(duas) partidas. Acontece que, o atleta entrou em campo no dia 28 de abril contra o Pimentense, jogou com a camisa de nº 10 (conf. relação de atletas).

E o que diz o Art. 214 do CBJD

Art. 214. Incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente. (Redação dada
pela Resolução CNE nº 29 de 2009).
 
PENA: perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da
competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de
R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR).
 
§ 1º Para os fins deste artigo, não serão computados os pontos eventualmente obtidos pelo infrator. (NR).
§ 2º O resultado da partida, prova ou equivalente será mantido,mas à entidade
infratora não serão computados eventuais critérios de desempate que lhe beneficiem, constantes do regulamento da competição, como, entre outros, o registro da vitória ou de
pontos marcados. (NR).
 
§ 3º A entidade de prática desportiva que ainda não tiver obtido pontos suficientes ficará com pontos negativos.
§ 4º Não sendo possível aplicar-se a regra prevista neste artigo em face da forma
de disputa da competição, o infrator será excluído da competição. (NR).

E, como ficaria o G-4 com a perda de 4 pontos por parte do Ariquemes, hoje seriam 12 pontos? Ficaria igual ao Rolim. São suposições, lembrando que o caso nem chegou ao TJD ainda. Quem vai requerer - o mais interessado seria o próprio Rolim de Moura -, o prato está ai, sirvam-se.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)