Pular para o conteúdo principal

A Trajetória dos Times de Rondônia na Copa do Brasil - Parte 1

Há quanto tempo não vemos equipes da 1ª divisão do Brasil, jogando em Rondônia. Principalmente na capital, lembro que por aqui aportei de vez em 1992 (concursado no governo estadual). Era comum, assim como hoje em dia os times do interior do estado ganhar campeonatos e, por força das circunstâncias atuarem no velho "Aluizão".

Hoje me bateu um banzo(eita!), mas do Aluizio Ferreira quando foi anunciado o jogo de nosso campeão o VEC contra o Palmeiras - isso mesmo o verdão de tantas glórias, que entra no ano cem de sua existência -, virá a Rondônia jogar contra o VEC. Nada disso queridos leitores, sem Aluizão, Biancão, Portal e Cassolão, vamos para Arena Pantanal-MT. Como diria um sr. bem ali; "isso é uma vergonha".

E, para melhorar meu banzo trago pra vocês em capítulos - a trajetória dos times de Rondônia na Copa do Brasil -, desde 1992 até 2013. Neste período de 21a, devo ter acompanhado in loco(epa!), pelo menos de 15 a 16 jogos.

Sem muitas delongas, mostrarei os jogos, os times, os gols e arbitragem. Tudo começou para Rondônia com o Ji-Paraná, campeão em 1991. Portanto, o Galo da BR tem nove participações. A Copa do Brasil é uma competição oficial da CBF desde 1989, nos primeiros anos o time visitante poderia até golear o time da casa, que mesmo assim teria o segundo jogo.

Jogo: Ji-Paraná(RO) 0 x 4 Gremio(RS)
Data: 21 de julho de 1992 - 20h30min
Estádio: Aluizio Ferreira
Árbitro: Joelmes Jesus da Costa
Ji-Paraná:  Reginaldo; Samuca(Joelson), Gustavo, Roberto e Chaguinha; Roberto Jaú, Cebola e Emilio; Ademirzinho(Anizio), Gersinho e Rogério. Téc: Ivo Marinho Falcão.
Gremio: Emerson; Carlão, Vagner, Grotto e Xará; Jandir, Alércio e Mabília(Marcos Severo) e Carlos Miguel; Caio e Alcindo(Carlinhos). Téc: Dino Sani.

Gols: Caio aos 16 e 18/1ªT, Carlinhos 37/2ºT e Mrcos Severo 39/2T. 

Jogo de volta: dia 28 de julho no estádio Olímpico o Grêmio ganhou de 4 a 1 do nosso aguerrido Ji-Paraná, com gols de; Alcindo(2), Marcos Severo e Caio para o Gremio, enquanto o pequeno bom de bola Ademirzinho fez o primeiro gol de um time de Rondônia na Copa do Brasil.

Amanhã tem mais...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)