Pular para o conteúdo principal

Sport Club Genus contrata ítalo-brasileiro com fome de gol

Ele fala fluentemente: inglês, italiano e português, nascido no Brasil em Curitiba-PR. Falo do novo xodó da torcida do aurigrená da capital de Rondônia, o meia-atacante Celso Luiz Berri - Celsinho Luiz -, nasceu dia 07 de outubro de 1990 com 23a.

Altura: 1,85m peso: 76kg. Tem dupla cidadania; ítalo-brasileiro, descendente de imigrantes italianos. Onde começou? Na base do Galo Maringá-PR, daí passou pelo ABC e Alecrim-RN, em 2010 viajou para o velho mundo onde trabalhou no Nembro Saletti, Real Vicenza e Bergamo (todos na Itália), estava há 4 meses atrás no Chessington FC da Inglaterra.

Veio ao Brasil, mas precisamente a Natal-RN para acertar detalhes de sua vinda ao América de Natal. E, por essas coincidências da vida estava por lá um ex-presidente do Genus que fora representar o município de Porto Velho em um evento de Karatê/Judô. O resto vocês sabem, né.

Duas palavrinhas - em português claro - do jovem Celsinho Luiz ao Blog.

(Foto/Perfil do Facebook: Celsinho Luiz(calça preta))

Blog - O que você sabe do futebol rondoniense, e vindo da europa não será complicado sua transferência?

Celsinho Luiz - Olha eu sei que o Genus está pronto para ser campeão, aliás, coisa que a capital somente tem um título. Quanto a transferência, sem problemas estou liberadíssimo.

Blog - Quando o Blog anunciou anunciou esse pacotão de contratados pelo Genus, o alvoroço foi geral. Você tão jovem vai segurar essa barra.

CL - Olha meu camarada pode dizer para a torcida do Genus, que este será praticamente meu primeiro ano como profissional no Brasil. Ano de Copa do Mundo, ano em que Porto Velho chega aos 100a e, que o Genus no próximo estará na Copa do Brasil.

Blog - Para finalizar. Você está em Ponta Negra, sabe qual a temperatura daqui? E, quando chega?

CL - Nasci em um lugar frio, fui muito cedo para lugares também muito frios. Vim para acertar com um clube em lugar quente e sei que ai também é quente - sem problemas nenhum - devo chegar entre dia 30 a 4 de fevereiro. Ansioso demais para abraçar o torcedor Aurigrená.

Comentários

  1. Agora ninguem mais segura, esse muleque joga demais, Deus abençoe!!! tamo junto. VT

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Brenda,
    Obgd pelo acesso a torcida do Genus, e pq não o fut. rondoniense necessita de bons valores.

    ResponderExcluir
  3. É com grande emoção que recebo esta notícia!! Meu grande amigo de velhos tempos, que sempre demonstrou a todos sua paixão pelo futebol, fazendo muita firula e tirando onda na moral hahaha
    Grande, lhe desejo muita paz e muito sucesso!!! Que Deus ilumine este novo caminho, te abençoe e te proteja sempre irmão!!
    ARREBENTA!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)