Pular para o conteúdo principal

Polêmica: Profº de Xadrez fala cobras e lagartos da Comissão de Ética do JOER-2014

Uma polêmica surgiu nos últimos dias com relação a disputa  de Xadrez nos Jogos Escolares de Rondônia (JOER/14). O aluno Guilherme Sousa da Escola Anísio Teixeira, orientando do Profº Guálter Amélio e, devidamente classificado na fase regional(segundo Profº).

Quando na 4ª rodada, Guilherme iria enfrentar o "chapa branca" Vinicius do IFRO. Aqui começa o quiproquó, o Profº Gualter verifica que Vinicius está usando um relógio digital de sua propriedade (Vinicius) e o mesmo recusa-se a jogar sem antes realizar-se uma perícia no instrumento citado.

O árbitro que no entendimento do Profº Gualter é amigo pessoal do atleta Vinicius e da família do atleta, decide que o mesmo pode usar o relógio. Consulta daqui, consulta à CBX e a resposta é de que estava errado o árbitro. E a Comissão de Ética do JOER, soberana até o dia 20/10 resolveu desclassificar o atleta Vinicius Rian.

Quem pensa que acabou. Nada disso, a soberania da Comissão de Ética durou somente até terça(21), pois a Coordenação Geral dos Jogos, tendo a frente o Sr. Expedito (que não se perca pelo nome), enviou um documento para a Escola Anísio Teixeira, confirmando uma nova "rinha" entre Guilherme x Vinicius para este dia 21/10.

Acontece que o ofício chegou às mãos do Profº Gualter às 16h do dia 20 para ser realizado um novo jogo dia 21/10 às 10h. "Isso é uma patifaria, levaram mais de um mês analisando o recurso impetrado por nós". Disse Profº Gualter ao Blog e, agora perdemos até o prazo de inscrição do garoto Guilherme na fase nacional.

Obs: todos os citados aqui pelo Profº Gualter Amélio, como: o árbitro do jogo, o Sr. Expedito, teem total liberdade de se expressar no Blog.

Comentários

  1. Tremenda injustiça o que a Seduc está fazendo com o aluno da escola Anísio Teixeira, lhe tirando o legítimo direito de representar Rondônia na fase Nacional dos Jogos Escolares.

    ResponderExcluir
  2. O espaço tá aberto para quem foi citado Profº, e hoje quarta-feira a partir das 18h espero o Sr. lá na querida Rádio Caiari para bater um papo no ar....blza

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente o xadrez rondoniense vive dessa maneira a anos, federações que só fazem a benefício próprio, governo que não incentiva esporte e nem atletas, e atitudes ridículas de comissões de ética ... quem lá sabe o que é jogar xadrez? algum deles já jogou que seja um campeonato? sabem as regras? comissões são de atletas experientes que sabem o que estão julgando... inadmissível um atleta perder uma vaga em campeonato brasileiro por politicagem... espero realmente que tomem uma posição forte e resolvam tal assunto porque estão jogando fora todo uma educação um sistema de ensino, e destruindo promessas do xadrez ... um gênio pode ser formado em qualquer lugar... desde que se tenha as condições pra isso é não e diferente no xadrez. Indignante o que o xadrez rondoniense vive, alguém tem que tomar uma atitude e tomar frente pra melhorar isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Rubens Batista, primeiro agradecer por teu acesso ao Blog. Minha postagem foi tão somente para chamar a atenção de um fato lamentável deste e, também abrir espaço para o contraditório. Fiquei triste com a não presença do Profº Gualter em meu programa de esportes na Rádio Caiari das 18h às 18h45min. Obrigado mesmo por ter levantado pontos até então desconhecidos pra mim, como: "quem lá sabe o que é Xadrez"?...Boa, boa.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Vila Nova FC - GO contrata dois do futebol rondoniense

Um é "veterano" dos seus 34 anos, mas a função talvez exija uma pessoa dessa estirpe, com formação superior em Ciências Contábeis; foi observador da base do próprio Vila Nova; trabalhou como Coordenador de Esportes e, portanto, na formação do Rondoniense SC onde sagrou-se campeão do 1º turno de 2016 no Periquito do Ulisses Guimarães - com às mãos nas costas -, depois saiu e foi especializar-se em Coaching na área esportiva, lá em Manaus-AM.
Falo de Welmer  Bueno(f), que já assumiu o cargo de Coordenador Geral da Base do Vila. Os objetivos traçados para o time goiano são alvissareiros e factiveis, senão vejamos: 1) tornar a base do Vila Nova, uma base profissional; 2) captar recursos financeiros para viabilizar todo o projeto; e 3) trabalhar a formação e liderança da equipe, captação de jogadores para a base, disciplina e compromisso. Falando em compromisso, a primeira grande batalha do Vila é a Copa SP com início dia 3 de janeiro próximo. (Welmer Bueno - reprodução/facebook)
A …

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)