Pular para o conteúdo principal

Genus Feminino empate com sabor de derrota

Com temperatura de 30ºC e sensação térmica de 35ºC, Genus e Assemurb entraram em campo no velho Aluizão na tarde desta quarta-feira, 4, no criminoso horário de 4 da tarde no "planeta" Amzônia. Queria o quê. As cerca de 400 pessoas que foram ao Aluizão. Pelo menos raça, e isto não faltou a ambas equipes - diga-se a Assemurb é um time muito bom.

O Genus pareceu um pouco diferente do time que treinou várias vezes, é tanto que Angelina aparecia mais no miolo da zaga, ela que é lateral de ofício. Mas o técnico Lion Silva resolveu entrar com Ellen de titular, onde se provou que a entrada de Michele mudou o lado esquerdo do time aurigrená. Para melhor na segunda etapa.

Aos 8 min de jogo, coube justamente a Angelina cometer um pênalti infantil - ela que tem quatro copas no currículo -, empurrou a baixinha Nilcy, dentro da área é pênalti. Taty correu bateu no canto esquerdo a goleirona Isa espalmou e depois pegou firme.



Aos 38 min um dos bons momentos da equipe do Genus. Correa pegou lado esquerdo de ataque do Genus, pedalou e levantou para fora da grande área. A bola caiu no peito de Flavinha, e na descida antes que a redondinha chegasse ao gramado, ela mandou um tubaço de pé direito que a grande goleira Sol do Assemurb não saiu nem na foto. Golaço!

Assemurb cresce novamente, ataca e bem. Num desses ataques já aos 46 min em cobrança de escanteio, bate rebate na pequena área do Genus. Alguem toca escancaradamente com a mão na bola, e ai? Pênalti, mais uma vez a boa colocação do jovem árbitro fez com que ele marcasse com convicção o segundo pênalti da tarde.

Desta vez quem cobra. Ela, Ju da Assemurb com raiva pé direito e tome bola no travessão de Isa, ele balança até agora. Final do primeiro tempo: Genus 1 x 0 Assemurb-AC.

Para a segunda etapa. Ah, Assemurb volta muito melhor o Sol já esfriava um pouco e a Sol goleira acreana nada de ser incomodada, a não ser uma tentativa de bicicleta da "enjoada" Correa do Genus. Mas, continua jogando sozinha lá na frente seu Lion. Encosta a Flavinha com a atacante ou sobe um pouco a Isamara. Essa maranhense precisa de alguém perto dela. Sabe muito.

E o que falar do time acreano. Segundo informações, foi feito uma mesclagem das melhores meninas do vizinho estado para a disputa desta Copa BR. Muito bom o time verde. Aos 18 min Tatinha levou sozinha e na saida da goleira Isa chutou de leve - muitos dizem que foi frango - pra mim não, apesar da bola ter entrado mansamente no gol aurigrená.

Final: Genus 1 x 1 Assemurb-AC, péssimo resultado para o genus - sabor de derrota -, o mais bonito da tarde quente desta quarta, foi a presença de pelo menos 400 pessoas prestigiando as meninas. Foram respeitosos, não ouvi vaias - mas ficou um gostinho
amargo.



Proxima quarta-feira, 11, no estádio Florestão à noite (segundo informações do time mandante), pois neste horário, acaba alguém infartando.

FICHA TÉCNICA DE GENUS 1 X 1 ASSEMURB (AC)

Data: 04/02/2015 (quarta-feira)
Hora: 16:00 hs
Local: Estádio Aluízio Ferreira/Porto Velho (RO)
Validade: Copa do Brasil Futebol feminino/Jogo de Ida

Árbitro: Jhonatan Antero Silva
Assistentes: Arnildo Lino dos Santos e Valdebrânio da Silva
4º árbitro: Fledes Rodrigues santos

Gols: Flávia aos 38/1º T. (Genus) e Nilcy 18/2º T. (Assemurb)

GENUS: Izabel: Elen (Michele), Angelina, Sirly (Josy) e Adelaine: Viviane, Rosinha, Flávia, Isamara (Nátila) e Karina; Monique.
Técnico: Lion Silva.

ASSEMURB: Sol; Leila (Vanessa) (Isa), Krica, Taty e Pequena; Dany, Carol, Leninha e Tatinha; Ju (Dunga) e Nilcy.
Técnica: Maria do Socorro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)