Pular para o conteúdo principal

CBF entrega insígnias FIFA a assistentes e árbitros no auditório da sede

A cerimônia de entrega de insígnias FIFA aconteceu na manhã desta terça-feira (10/3), no auditório da sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Foram congratulados 13 árbitros e 14 assistentes de diferentes federações estaduais, todos com experiência em apitar jogos dos principais campeonatos nacionais, organizados pela CBF. O evento foi conduzido pelo presidente da Comissão de Arbitragem, Sérgio Corrêa. A entrega das insígnias foi feita diretamente pelo presidente da CBF, José Maria Marin, e pelo presidente eleito, Marco Polo Del Nero.
Dos assistentes e árbitros agora habilitados para apitarem campeonatos organizados pela FIFA, sete são mulheres. Quatro assistentes e três árbitras estão prontas para o trabalho em competições como a Copa do Mundo de Futebol Masculino e Feminino. O esforço feminino foi lembrado pelo presidente José Maria Marin, no discurso posterior à entrega das insígnias.
– Gostaria de dar uma saudação especial a todas as mulheres presentes, até por causa do Dia Internacional da Mulher, comemorado no domingo. Sei que o sonho de ser árbitro não é um caminho fácil, especialmente para as mulheres. Vocês estão de parabéns.
O presidente eleito Marco Polo Del Nero aproveitou a ocasião para relembrar a reforma pela qual passou a arbitragem brasileira nos últimos anos:
– Vocês representam o Brasil lá fora. Se um árbitro brasileiro erra, é o Brasil que fica mal visto aos olhos do mundo. Os árbitros têm que manter a honra, a honestidade e a justiça dentro de campo. Vocês vão a campo focados em fazer a justiça para os dois times que estiverem se enfrentando.
No fim da cerimônia, José Maria Marin elogiou o trabalho da Comissão de Arbitragem, conduzido por Sérgio Corrêa, que foi aplaudido de pé pelas 80 pessoas que estavam no auditório. Também acompanharam a cerimônia o presidente da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol (Anaf), Marco Antônio Martins, e o coordenador da Seleção Brasileira, Gilmar Rinaldi.
Assistentes agraciados com as insígnias FIFA:
Alessandro Matos
Cleriston Rios
Emerson Carvalho
Fábio Pereira
Guilherme Camilo
Kléber Gil
Marcelo Van Gasse
Márcia Caetano(F)
(Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Nadine Bastos
Neuza Inês Back
Rodrigo Frederico
Árbitros habilitados para apitarem competições FIFA:
Ana Karina
Anderson Daronco
Dewson Freitas
Héber Lopes
Leandro Vuaden
Luiz Oliveira
Péricles Cortez
Raphael Claus
Regildênia Moura
Ricardo Ribeiro
Sandro Ricci
Simone Silva
Agraciados que não estavam presentes: árbitro Wilton Sampaio e assistentes Fabrício Vilarinho e Bruno Boschilla, que estão no Sul-Americano no Uruguai, e assistente Janette Arcanjo, trabalhando na Copa Algarve, em Portugal.
Associação Nacional dos Árbitros de Futebol
Marco Antônio Martins (presidente)
Comissão de Arbitragem
Antônio Pereira da Silva, Nilson Monção e Sérgio Côrrea da Silva
Wilson Luiz Seneme (membro da Comissão de Arbitragem da Conmebol)
Edson Rezende de Oliveira (corregedor)
Paulo Jorge Alves (ouvidor)
Roberto Sardinha (ouvidor geral de Competições)
Escola Nacional de Arbitragem de Futebol (ENAF)
Alício Pena Júnior
Ana Paula de Oliveira
Dionísio Roberto Domingos
Márcio Verri Brandão
Paulo Roberto Rocha Camello
Manoel Serapião Filho
Fonte: Assessoria de Imprensa/CBF
Fotos: Rafael Ribeiro/CBF

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)