Pular para o conteúdo principal

Galo e Lobo repetem placar da 4ª rodada e fica tudo para domingo

Quem foi ao Biancão nesta quinta-feira à noite viu um bom jogo. Ji-Paraná FC e VEC repetiram o mesmo placar da fase de classificação 1 a 1. O VEC apesar de várias contratações, entre elas o baixinho bom de bola Edilsinho, Souza que não teve espaço nem pra pedalar, Cabixi parece o mais esforçado de todos que voltaram.

Ainda teve a entrada de Kukaú que não apareceu, enfim, o Lobo chegou e ainda segue com a vantagem de repetir o mesmo placar pela terceira vez, ou qualquer empate no Portal da Amazônia que sagrar-se-á campeão do 1º turno e, logicamente será o representante do estado na 4ª divisão do futebol brasileiro.

E o Galo da BR? Só quem não conhece a história da força deste time nove vezes campeão da Série A do estadual e UMA na segunda divisão, poderia dizer que já está sem jeito. Este blogueiro não é maluco, talvez o que vai pesar em desfavor do Jipa serão os desfalques já certos e logo na zaga. Dalvan e o zagueiro goleador André Morosini me parece que pegaram o 3º cartão amarelo.

Falando em cartão, o que foi aplicado ao André somente o juizão viu. Marcação de um pênalti tipo esse agarra-agarra que acontece em todo jogo - poderia ter marcado mais uns três somente neste noite -, sinceramente Fledes. Parecia nervoso, coisa que os assistentes não demonstraram.

O Jipa tem ótimos substitutos. Não sei no caso do lateral direito e do zagueiro central, mas esse Rodolfo um canhoto driblador que joga na ponta direita, muitas vezes entrado pelo meio joga muito e o rapaz que entrou na vaga do veterano Leandro, acho que é Raul é uma excelente opção ao técnico Irani. A sorte está lançada, só não podem empatar.

Ah, antes que eu esqueça. Parabéns ao torcedor que compareceu ao Biancão, foram 983 pagantes fora os "garapeiros" que formavam um público de mais de 1.200 expectadores. Por favor os "garapeiros" não incluem o pessoal da Imprensa Esportiva e outros trabalhadores - somente aqueles que podem pagar R$ 20 - e, enrolam os porteiros. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)