domingo, 2 de agosto de 2015

Sub-20: Genus esquece os problemas e fatura três pontos "fora de casa"

Era o primeiro jogo oficial entre os dois pelo Sub-20. Enquanto o Genus sofreu uma pancada por ter visto o Departamento Técnico da FFER (diga-se, conforme o regulamento oficial está correto), em ter retirado o único ponto conquistado pela equipe. O Rondoniense até que estreou bem, fora de casa conseguiu um empate nos acréscimos lá em Ariquemes.

De volta à capital o Rondoniense abriu mão de jogar em seu CT o Lago do Tucunaré, e conseguiu o estádio Aluizão. Fez alguns treinamentos, montou-se um time base para pegar o Genus e ai veio a notícia ruim para o técnico Tiago Batizoco, alguns ditos titulares não poderiam jogar contra o Genus - motivo BID -, nada menos do que cinco(5) quase meio time.

Neste mesmo espaço já cheguei a escrever; nesta categoria onde teoricamente todos estão na mesma faixa de idade, o que vai prevalecer é a bola de cada um. E aqui amigos sejamos justos, a bola do Genus esteve muito acima hoje, atletas inclusive que já fizeram parte do elenco campeão como Leonardo que fez um golaço hoje, aliás o da vitória do aurigrená.

Outro que vem arrebentando e que já participou até de Série D, esteve lá pelo Paraná no mesmo time do Rolândia é o Roger número sete - perdeu dois gols hoje que poderia ser mais elástico o placar, em favor do Genus -, e pelo lado do Rondoniense ao levar o gol aos 3 min de jogo o time sentiu o baque, desmoronou e, somente voltou ao normal lá pelos 20 e poucos minutos após o tempo técnico aplicado pelo árbitro Figarela.

Neste ínterim começou a aparecer um pouco do bom futebol de Matheus Castro, do Bruno e do Leandro Bú, destaco também Well e Caíque na zaga. Ai por volta dos 26 min houve um pênalti claro em favor do Tucunaré, Ximbinha foi o encarregado da cobrança - correu, lembrou da Joelma e bateu com o "calcâneo" do pé direito -, resultado goleiro para o lado direito e a bola caprichosamente para fora. Neste lance o Genus perdeu o zagueiro Luan Kallil, expulso.

Volta a instabilidade ao time comandado por Batizoco. Só dava Genus novamente, aos 41 min vem o golaço de Leonardo, numa sobra de bola ele mata no peito e desfere um petardo de pé direito, era o dois a zero em favor do Genus. Final de primeiro tempo. Na volta para o segundo tempo, nenhum dos técnicos fez mudanças: Luizinho do Genus, até certo ponto óbvio. Mas, Tiago Batizoco foi esquisito até, não mudar pois ficou evidente que Kelvin e Neguinho teem vagas entre os onze.

Vale salientar que ao adiantar o time deu resultado, pois aos 4 min do segundo tempo um novo pênalti fora marcado em favor do Rondoniense, dessa vez o encarregado foi Bruno. Ele com calma deslocou o ótimo goleiro do Genus, diminuindo o placar para: Rondoniense 1 x 2 Genus. Neste periodo até os 20 min por incrível que pareça o Genus criou duas excelentes oportunidades de fazer, do que o Rondoniense - ah, vão dizer que houve uma bola no travessão do Genus -, sim é verdade. Mas as chances do Roger fazer foi mais evidente.

Falar da arbitragem e falar de Arnoldo Figarela, é até covardia - o que correu esse jovem/veterano -, marcou dois pênaltis. Enfim, mais um show e de sobra os dois assistentes. Arbitragem de gente grande. Parabenizar a torcida que compareceu ao velho Aluizão. Enfim, estamos vendo belos espetáculos proporcionados por esta moçada Sub-20. Agora, Rondoniense tem que transformar as chances criadas em gol..., senão, senão!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-20: SC Genus goleia o Porto Club, com três gols de Caio Leite

Fim dos jogos de ida do Grupo A do Sub-20, para: Porto Club e SC Genus, jogo das 20h desta quinta-feira,19, de julho dia nacional de futebo...