Pular para o conteúdo principal

Tudo pronto para final do 2º turno, e ou campeonato-2016

Finalmente depois de 14 dias de bola parada em termos de estadual, hoje(6) teremos a final do 2º turno do rondoniense 2016, ou quem sabe o fim do campeonato. Isso porque: ganhando o SC Genus, neste caso ele sagrar-se-ia campeão do 2º turno e decide o campeonato com o próprio RSC, se a vitória for do Periquito, então ele ganharia de "arrastão".

Este jogo de hoje marca o 6º encontro dos dois: dia 19/3 vitória do RSC (aliás a única desses encontros); dia 20/4 terminou em 1 x 1; dia 23/4 final 0 x 0; dia 15/5 mais um 0 x 0 e dia 23/6 empate em 2 x 2. Lembrando que essa distancia toda de 23 de junho para este 06 de julho, foi em virtude dos recursos impetrados pelo Ji-Paraná FC junto ao TJDF-RO.

Falando em recurso o Jipa teve mais um negado - dessa vez foi de embargos de declaração -, em desfavor da decisão do Pleno e, contra a Relatoria daquele julgamento. Segundo informações, um dos diretores do Jipa vai agora ao o STJDF com sede no Rio de Janeiro, para anular de vez as decisões do TJDF daqui de Rondônia. Esperar pra ver né, eu não acredito. Mas o time está no seu direito, de espernear.

Voltando ao jogo de hoje

Uma decisão inusitada - duas equipes do mesmo município, lutando pelo título máximo -, que eu lembre, nunca vi por exemplo: Jipa e Ulbra, Moto e Cruzeiro, ou Genus e qualquer outro que abandonou as disputas. E, se a coisa é inusitada, assim aconteceu como nesta terça-feira(5):

As duas equipes realizando seus coletivos aprontos no mesmo campo - RSC treinou um pouco mais cedo e o Genus logo depois às 19h no Aluizão.

No RSC o técnico Ionay da Luz, sempre fazendo o trabalho motivacional. Ah, o time treinou muitos pênaltis e, deixou o Álesson de fora do time considerado como provável titular da decisão.

Pelo lado do Genus verificou-se a presença sempre marcante e cheia de otimismo do zagueirão Wágner Leonardelli (uniformizado para treinar); outro fato que não passou despercebido foi a quantidade de integrantes da TOG (Torcida Organizada Genocídio), inclusive com alguns instrumentos e, fazendo um barulho.

A certa altura os integrantes da TOG foram até onde estavam os atletas (em torno de 15 a 20 torcedores), fizeram aquela roda e o líder deles Admilson Knightz, disse: "pessoal nós estamos aqui para dizer a vocês que esta é nossa forma de incentivo, o time parece que nos 25 minutos finais prega, falta gás, portanto, raça, foco que nós nunca vamos abandoná-los".

E mais...,

As prováveis escalações para esta final

RSC - Dida; Cássio, Dhonatan, João Paulo e Recife; Lucas Santos, Quintino, Mineiro e Pipa; Marco Aurélio e Fernandinho.

Genus - Tiago; Jean, Vitão, Luiz Alves e Julio Cesar; Fernandinho, Alex, Luciano Mourão; Welington, Pemaza e Tcharles.

Árbitro: Sidnei Pereira Oliveira,40a. Assistentes: Valdebranio da Silva,35a, Claudio Marcio de Sousa,41a, Fledes Rodrigues Santos,36a,(4º), e Leandro Bratti(delegado).

As campanhas das duas equipes no geral

RSC é o 1º geral em 15 jogos, 33pts, 09vit, 06emp, fez 34 gols e tomou 08, com 73,3% de apr.
Genus 2º geral com 32pts,  10vit, 02emp, 03derr, fez 37 gols e tomou 13, com 71,1% de apr.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Vila Nova FC - GO contrata dois do futebol rondoniense

Um é "veterano" dos seus 34 anos, mas a função talvez exija uma pessoa dessa estirpe, com formação superior em Ciências Contábeis; foi observador da base do próprio Vila Nova; trabalhou como Coordenador de Esportes e, portanto, na formação do Rondoniense SC onde sagrou-se campeão do 1º turno de 2016 no Periquito do Ulisses Guimarães - com às mãos nas costas -, depois saiu e foi especializar-se em Coaching na área esportiva, lá em Manaus-AM.
Falo de Welmer  Bueno(f), que já assumiu o cargo de Coordenador Geral da Base do Vila. Os objetivos traçados para o time goiano são alvissareiros e factiveis, senão vejamos: 1) tornar a base do Vila Nova, uma base profissional; 2) captar recursos financeiros para viabilizar todo o projeto; e 3) trabalhar a formação e liderança da equipe, captação de jogadores para a base, disciplina e compromisso. Falando em compromisso, a primeira grande batalha do Vila é a Copa SP com início dia 3 de janeiro próximo. (Welmer Bueno - reprodução/facebook)
A …

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)