Pular para o conteúdo principal

Presidente do TJD-RO dá Cartão Vermelho à Súmula do Árbitro de: GEC 1 x 4 Real Ariquemes

E não é que o campeonato rondoniense mais uma vez vai parar nos tapetões da vida. Ano passado foi aquele imbróglio danado envolvendo um atleta irregular do Jipa contra o Genus. Agora é a vez do Real Ariquemes solicitar junto ao Presidente do TJD-RO conceder EFEITO SUSPENSIVO em relação ao seu atleta Vagner Andrelino da Silva Júnior, expulso na 7ª rodada no jogo contra o Guajará EC.

E conseguiu. O atleta está livre, leve e fagueiro para jogar a primeira partida da Semifinal contra o SC Genus, na próxima quinta-feira,15, às 20h no Aluizão.

Mas, e o que é o efeito suspensivo? 

- Basicamente, Efeito Suspensivo é a suspensão dos efeitos da decisão de um Juiz ou Tribunal, até que o Tribunal tome a decisão final sobre um recurso.

- O Efeito Suspensivo não existe apenas no futebol, mas também na Justiça Comum. É, portanto, a suspensão temporária da decisão de um juiz, ou tribunal até que seja tomada a decisão final sobre um processo.

- O Efeito Suspensivo é um recurso do réu para continuar participando de suas atividades profissionais até que um novo julgamento seja realizado.

Essa definição já dá para entender o que é o Efeito Suspensivo.

A decisão monocrática do Presidente do TJD-RO foi:

- Se encontra pertinente e legal o pedido do clube quanto a anulação do cartão vermelho aplicado ao atleta;
- Ele tomou por base o Art. 119 do CBJD no qual o Presidente após ciência dos fatos, analisou os argumentos postado na súmula, e verificou imagens colacionadas. Resolveu conceder o Efeito Suspensivo ao pedido do Real Ariquemes.

O que diz os Artigos referentes ao REC

Art. 11 - Ao final do 2º turno, para as semifinais, os cartões serão zerados com exceção dos atletas que tenham recebido o terceiro cartão amarelo ou sido expulso na última partida de sua equipe, e terão de cumprir suspensão automática.

Art. 13 - Toda denúncia, queixa ou qualquer outra suspeita de irregularidade em uma partida, deverá ser protocolizada para providências no prazo de 48h após a realização do jogo, acompanhado do respectivo comprovante de taxa de emolumentos fixada em R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

Por ai dá para verificar alguma coisa errada:

1) O jogo foi realizado no dia 7/jun/2017, o Real Ariquemes entrou com o pedido de Efeito Suspensivo 5 dias após o jogo;
2) Não houve ainda a sessão de julgamento, aliás, o Efeito Suspensivo foi concedido sem ter o processo pronto. Tudo bem que o Presidente cita o art. 119 do CBJD;
4) Por último - a súmula do árbitro foi totalmente desconsiderada - assim como a suspensão automática do referido atleta. Ah, e as imagens foram produzidas por quem?

Entendo que foi bola fora do Dr. Laércio Fernando - Presidente do TJD-RO






Comentários

  1. Meu caro Pereira, me permita discordar de sua materia, mas vc está totalmente equivocado. Primeiro que o requerimento foi feito baseado no Art. 147-A do CBJD, segundo que o foi protocolado na secretaria do TJD na sexta-feira as 12:00, portanto menos de 48 horas como prevê o rec, terceiro, as imagens foram e são produzidas pela assessoria do clube na integra em todos os jogos.

    O Art. 119 apenas garante ao presidente ou procuradoria ou qualquer auditor diante dos fatos apresentados indeferir ou deferir como o fez de maneira sábia e prudente na sua decisão. As mesmas provas serão usadas na defesa do atleta, sem citar que o cartão amarelo tbm aplicado de forma erronêa causou um dano irreversivel ao Felipe e ao clube, esse irreversivel.

    Isso significa dizer que pela primeira vez, um clube de Rondônia consegue um efeito suspensivo após erros gritante de um árbitro ou arbitragem e que já tentaram, mas apenas por escrito sem provas robustas e definidas.

    Portanto, o Real conseguiu apenas o que lhe foi tirado erroneamente e causou momentâneamente um grave dano como diz o art. 147-A o qual garante o direito a essa decisão acertada e consciente do presidente do TJD.

    ResponderExcluir
  2. Meu caro Jota, sem problema nenhum. Aqui não se trata de: discordar ou não de minha matéria, não trouxe, ou não divulguei achando que A ou B estava errado, trouxe minha visão do que achei em relação à súmula - por sinal muito bem elaborada pelo Sr. Servílio Patrício -, penso que mesmo se tivesse sido feita pelo Arnaldo César Coelho, teria sim tido o mesmo resultado que deu.
    Outra situação é quanto ao Art. 147-A não vi na resposta do Dr. Laercio nenhuma citação, vi sim ele falando do Art. 119 em que ele se baseou. Quanto as provas (imagens), ela tbm não é uma verdade absoluta, ela não vale mais do que a súmula do árbitro.
    Enfim, meu caro Jota Lima o significado do efeito suspensivo que vc fala pela primeira vez, penso que aquela "lambança" do ano passado o clube entrou com o chamado EMBARGOS se é o que estou pensando. E, vamos pra frente...,sorte a vocês do Real Ariquemes e que o campeonato tenha um final feliz...,eu não queria sinceramente que chegasse a esse ponto, mas chegou né!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Rondoniense de 17 anos vai disputar o concorrido Sub-20 em SP

Olha que notícia maravilhosa. Vem daqui de perto do distrito de Jaci-Paraná, a 80 km de Porto Velho, um filho do distrito chamado Jardson Medeiros, zagueiro de 1,85 m com 17 anos, pé esquerdo, pelo visto um prodígio - na acepção da palavra -, daqueles com habilidades próprias para pessoas com mais idade.
Acompanhe o histórico de Jardson: foi bicampeão da copa treze sub-15 pelo Avaí-PVH; em 2015 disputou o sub-16 pelo SC Genus; já o ano passado foi campeão do Interdistrital pela seleção de Jaci-Paraná, quando foi muito elogiado pela postura em campo e personalidade.
Desta temporada o garoto começou a viajar. Entenda-se viajando para fazer o que mais gosta, e sabe fazer. Foi para Confins-MG, disputou o campeonato mineiro sub-17 pelo Bonsucesso EC, sucesso garantido seu time foi eliminado na semifinal mineira. Algumas equipes de base da terra de Tiradentes tentaram ficar com o zagueiro.
Porém, seu destino acabou sendo São Paulo, primeiro jogou pelo Osvaldo Cruz FC, interior paulista. Ao vol…

Vila Nova FC - GO contrata dois do futebol rondoniense

Um é "veterano" dos seus 34 anos, mas a função talvez exija uma pessoa dessa estirpe, com formação superior em Ciências Contábeis; foi observador da base do próprio Vila Nova; trabalhou como Coordenador de Esportes e, portanto, na formação do Rondoniense SC onde sagrou-se campeão do 1º turno de 2016 no Periquito do Ulisses Guimarães - com às mãos nas costas -, depois saiu e foi especializar-se em Coaching na área esportiva, lá em Manaus-AM.
Falo de Welmer  Bueno(f), que já assumiu o cargo de Coordenador Geral da Base do Vila. Os objetivos traçados para o time goiano são alvissareiros e factiveis, senão vejamos: 1) tornar a base do Vila Nova, uma base profissional; 2) captar recursos financeiros para viabilizar todo o projeto; e 3) trabalhar a formação e liderança da equipe, captação de jogadores para a base, disciplina e compromisso. Falando em compromisso, a primeira grande batalha do Vila é a Copa SP com início dia 3 de janeiro próximo. (Welmer Bueno - reprodução/facebook)
A …

Tanaka faz acordo amigável e dá adeus ao Periquito

Foram somente três minutos vestindo a camisa oficial do RSC. Falo de Alessandro Tanaka, camisa 16 que entrou ao final do jogo entre RSC 0 x 0 Cuiabá pela Copa Verde, no último domingo. O ambiente no ninho do periquito já não estava legal para o atleta estrela de Guajará-mirim, ontem, segunda-feira entornou de vez.
E, agora à tarde o rápido atacante Tanaka, entrou em acordo com a diretoria do clube, e deu adeus ao RSC. Agora vem a surpresa maior. Sabe para onde voa o Tanaka, ou melhor, sai do ninho do periquito e vai para o Acre, isso mesmo o novo clube será no estado do Acre. E quem pensava no Tanaka no Galo da BR, tire o cavalo da chuva.
O blog chegou a conversar com Eder Marques, um dos diretores do Jipa, e ele assim se expressou: "Luis, na verdade era intenção da gente trazer o Tanaka para cá, como foi um acordo amigável e ele resolveu ir para o Acre, que seja feliz não vamos entrar em leilão". (Tanaka deixou o RSC nesta terça(7), vai para o Acre)