sábado, 7 de julho de 2018

Sub-20 começou com muitos gols e pipocar de denúncias

Copa do Mundo coisa nenhuma, o negócio agora é nossa Copa Sub-20 que, em 37 dias vai movimentar os nervos e sinapses dos torcedores diretos de cinco municípios: Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena, isso sem contar com outros municípios que forneceram atletas a estes citados.

Nesta primeira rodada com 4 jogos e 11 gols assinalados, já deu uma média de quase 3 gols por jogo. Boa média? Boa não, excelente. Na mesma velocidade com que ocorreram essa enxurrada de bolas nas redes adversárias, vem também pipocando denúncias - de atletas IRREGULARES -, o blogueiro agradece até certas consultas por parte de amigos, em termos dessas pretensas irregularidades.

Mas como a coisa a coisa já se tornou pública nesta noite de sexta-feira(6), digo em relação às denúncias assinadas tanto pelo Porto Club, como pelo Rondoniense SC em desfavor de Real Ariquemes e SC Genus respectivamente, que vou publicar o porquê dessa mixórdia.

Toda essa barafunda aconteceu no dia 23/11/2017 pelo Campeonato Juvenil Sub-17, jogo: Porto Club 2 x 1 R-1 Esportes, o árbitro foi o Sr. Francisco das Chagas Souza Inácio. Jogo no Aluizão, uma quinta-feira à noite. Quem lembra desse jogo que deu um bafafá desgraçado, quando até familiares adentraram (que palavra!!) o campo de jogo, e se engalfinharam entre si.

Pois bem, acalmou-se os ânimos e o nobre árbitro constou na súmula 10 expulsões, sendo:

Seis do Porto Club

1) Gustavo Ferreira de B. Pinheiro nr. 03;
2) Lucas S. Andrade nr. 07;
3) Thierrison M. Costa nr. 11; 
4) Cleisson B. Barros nr. 13;
5) Pedro L. de Nogueira nr. 20 e
6) Keven P. da Silva nr. 21.

Quatro do R-1 Esportes

1) Rodrigo da Vitória Barbosa nr. 01;
2) João V. A. Oliveira nr. 03;
3) Matheus de Oliveira M. Albino nr. 04 e 
4) Douglas H. Ramos nr. 06.

Passado quase um ano, eis alguns desses jovens atletas participando da 1ª rodada do Sub-20 desta quinta-feira(5), próxima passada. Agora vem a dúvida crucial - era a última rodada do campeonato para ambas as equipes -, no mínimo eles teriam que cumprir a automática, não sendo possível naquela competição, teria que ser na competição subsequente.

Esquecimento? Desatenção? Não houve julgamento? Esse o mínimo que as equipes do Porto e do Rondoniense esperam receber do TJD local. Afinal as súmulas já foram retiradas do site da FFER, assim como as atividades do TJD, ninguém consegue acessar - pelo menos nesta sexta-feira - foram várias tentativas, e nada.

(*) Publiquei os 10 expulsos e negritei os "supostamente irregulares" que constam na súmula da 1ª rodada. Em negrito, jogaram pelo Genus contra o Rondoniense, em itálico, sublinhado e negrito ficou no banco (goleiro), pelo Real contra o Porto Club.
(Sub-20 começou com "denúncia" de jogador irregular - será??)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Jogadores e comissão técnica do Rondoniense terão palestra logo mais sobre arbitragem

Em preparação para a estreia do Campeonato Sub-17, jogadores e comissão técnica do Rondoniense Social Clube irão participar nesta sexta-fei...