sexta-feira, 30 de maio de 2014

Arnoldo Vasconcelos Figarela chega a sua 10ª final de Rondoniense com alguns recordes

Esta semana que antecede a última partida do XXIV Campeonato Rondoniense de Futebol, mexeu um pouco com meus sinapses (que palavra!). Depois de acompanhar ao vivo o primeiro jogo da final entre Ariquemes FC x Vilhena EC, ter acompanhado o infeliz trabalho do Sr. Arnildo Lino, fizemos uma campanha em favor de Arnoldo Figarela para apitar a grande final - digo fizemos porque credito a energia positiva para meus companheiros; Sandeimar Medeiros e Iomar Pompeu da Rádio Caiari -, chegamos a sugerir ao Almir Caetano que colocasse as duas bolinhas no globo com  os nomes: bola 1 Arnoldo e 2 Figarela.

Neste momento em que sai oficialmente a bola ímpar, e deu o nome do querido amigo Figarela, fico imaginando: o tempo as vezes é cruel e parece que passa muito lentamente para quem não tem competência alguma e, num trem bala para quem tem estrela, e mancha alguma em sua vida profissional. Sem querer dar um de advinho, mas este ano o competente árbitro sai do quadro da CBF. E da FFER? Será este o último jogo do Figarela. Sei não, hein!

E porque estou a falar isso tudo. Por que sou um dos "culpados" do aparecimento deste nobre representante da arbitragem no estadual. Tudo começou com sua formação em 1992, ele nasceu no dia 13 de julho de 1969 e, no ano de 1994 ali com 25 anos e dois de formação já apitava seu primeiro jogo no rondoniense. A ficha do jogo, pois não. Árbitro Arnoldo Figarela, bandeira vermelha Luis Carlos Pereira e bandeira amarela João Muniz.

(Arnoldo Figarela e Luis Carlos Pereira)

Reparem que eram bandeiras - hoje árbitro assistente 1 e 2 -, o jogo então: Palmares x Pimentense, a Comissão de Arbitragem era composta por Jaime Melo, Elifas Fernandes e Carlos Bicho. Um pouco do que foi o jogo: Palmares um timaço da capital, começou perdendo o jogo através de um gol de pênalti cometido pelo zagueiro Rui. Palmares 0 x 1 Pimentense.

O Pimentense recuou, e Marcelo Galo empatou. Coube ao hoje administrador do velho Aluizão, Gino Serrati virar o jogo para 2 a 1 em favor da Palmares. Outro fato interessante, uma expulsão e seis cartões amarelos no jogo - já começava com pulso forte -, ainda no jogo aos 42 minutos do 2º tempo o Prof. Muniz pedia pelo amor de Deus para acabar o jogo, em virtude da péssima iluminação. Arnoldo nem ligou e ainda acresceu uns dois minutos. Placar final: Palmares 2 x 1 Pimentense.

Esta será a 10ª final, contando com o 1º jogo da final e às vezes até os dois jogos da final: em 1995 2º jogo; 2004 1º;  2005 1º e 2º; 2010 1º; 2011 1º e 2º; 2012 1º e 2º e 2014 2º.

Ainda alguns recordes do árbitro Arnoldo Figarela: o primeiro e único rondoniense a apitar um jogo da Série A do Brasileirão, Atlético-MG x Sport-PE. Em relação à CBF nos últimos três anos foram estes os trabalhos de Arnoldo Figarela: em 2012 dia 07/3 Rio Branco-AC 0 x 6 Cruzeiro-MG; 17/3 Iranduba 4 x 0 Amazônia; 12/8 Vila Nova 5 x 1 Madureira (Série C); 26/8 Vilhena 4 x 0 Atlético (Série D/4ºA) e 02/9 Vilhena 2 x 2 Sampaio Correa (Série D/4ºA).

Em 2013 no site da CBF aparece somente um trabalho do Arnoldo, como árbitro no dia 02/2 Assemurb 0 x 2 Caucaia-CE (Copa do BR FF). Em 2014 até o momento foram estes os trabalhos, dia 21/01 Espigão 0 x 1 Iranduba (Copa do BF FF); 16/04 Paysandu 2 x 1 Maranhão e dia 25/05 Paysandu 1 x 1 Botafogo-PB(Série C).


(Reginaldo A. Melo, Arnoldo Figarela e Márcia Caetano/Foto: Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sub-20: SC Genus goleia o Porto Club, com três gols de Caio Leite

Fim dos jogos de ida do Grupo A do Sub-20, para: Porto Club e SC Genus, jogo das 20h desta quinta-feira,19, de julho dia nacional de futebo...