Pular para o conteúdo principal

Caneta leve: TJD-RO abranda pena para preparador de goleiros

É, definitivamente o TJD-RO não é mais aquele. Em sessão de julgamentos realizada no dia 5 de junho, quando a 1ª Comissão Disciplinar composta pelos Auditores: Paulo Timóteo, Vitor Emmanuel, Ruy Barbosa e a Procuradora Gardênia Guimarães, reuniram-se para julgar dois processos referentes ao Campeonato de Futebol ora disputado.

O Processo nº 07/TJD/2015, do jogo entre Ji-Paraná FC x Vilhena EC no dia 07/05. Denunciado o Sr. Marcio José Silva, preparador de goleiros da equipe do Ji-Paraná FC. O o denunciado estava incurso nos Art. 254-A e 243-B do CBJD.

RESULTADO

A Comissão Disciplinar decidiu por unanimidade aplicar ao denunciado a pena de suspensão por 06(seis) partidas e pena pecuniária no valor de R$ 200,00 com prazo de 7 dias para recolhimento.

Antes de falar sobre o outro processo, vamos ao que diz o Art. 254-A: Praticar agressão física, durante a partida prova ou equivalente.
Pena: suspensão de quatro a doze partidas..., etc

Agora no parágrafo 3º deste Art. diz; se a ação for praticada contra árbitros, assistentes, e demais membros da equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por 180 dias. Ou seja, a súmula não valeu de nada, pois o citado preparador de goleiros deu um soco no 5º árbitro. 

O outro Processo de nº 10/TJD/2015 diz; do descumprimento de decisão prolatada no processo de nº 02/TJD/2015 em desfavor de Francisco Edney Lima Lucas, presidente do SC Genus. Ele foi novamente denunciado no Art. 223 do CBJD e, retirado da pauta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atacante Gabriel Henrique está de partida do SC Genus

Virada do ano já começa bem movimentado pelo lado do time Aurigrená da Capital. Primeiro a polêmica das camisas para 2018, com dois escudos: Genus/Avaí, e hoje(2/jan) a desistência do ótimo atacante Gabriel Henrique, 21 anos, que recebeu uma proposta muito boa de Alagoas.
O novo time de Gabriel chama-se Santa Rita, é da cidade de Boca da Mata e fundado em 25/05/1974. O atleta estava com pré-contrato com SC Genus, para o ano de 2018. (Gabriel Henrique está saindo do Genus - foto: Fanpage do Clube)

Guajará fez Gato e Sapato do Urso

Falta de aviso não foi. Deixar tudo para a última hora, deu no que deu. Agora é juntar os cacos e tentar pontuar fora de casa. O jogo em si não foi um espetáculo por parte do Guajará, o time do Tinho Damasceno tem alguns atletas interessantes, que jogam juntos há algum tempo - não falo no Guajará, mas que ele Tinho trouxe sempre em dupla - por exemplo os dois meias Bibio e Tatico, os atacantes Marcos Bahia e Jaiminho, a zaga com Diego Norberto - seguro, pra passar por ele tem que ter moral.
Sabe qual tinha sido a última vitória do Guajará no estadual? Justamente no dia 1º de abril do ano passado, quando venceu ao Galo da BR por 3 a 1 lá no João Saldanha - e não é que seja o dia consagrado à mentira - pois não é que o Glorioso, quase um ano depois faz 3 a 1 no Genus e no velho Aluizão.
Antes dos primeiros 2 minutos de jogo Marcos Bahia recebeu em profundidade de Bibio, passou pelo meio da zaga do Genus derivando para o lado direito, chutou com força rasteiro no canto direito do goleiro G…

Atletas de Porto Velho são titulares em times goianos

Recebi a informação e, claro que passo à frente. Vários atletas de Porto Velho estão integrados a algumas equipes do futebol goiano: Isaac, volante dos bons no Goiânia; Gabriel, zagueiro no Abecat; Pablo, meia no Abecat; Isaias, atacante rápido pelas pontas no Abecat e Wendell, meia está no Vila Nova. (Wendell camisa 10 é de Porto Velho - foto: facebook)
Alguns disputam a Taça Mané Garrincha que tem o patrocínio da FGF - Federação Goiana de Futebol -, as categorias vão de sub-17 ao sub-19. Nesta quarta-feira,23, já tivemos a estreia de Wendell pelo Vila Nova onde ajudou o Tigrão a fazer 3 a 0 no Hidrolândia. (Vila Nova-GO categorias Sub-17 - foto: facebook)