domingo, 7 de fevereiro de 2016

Os números estratosféricos do Super Bowl 50

Ufa! Acabo de ver a final do Futebol Americano - coisa de louco -, como diria um certo Ratinho. A equipe do Denver Broncos fez 24 a 10 em cima da mais cotada Carolina Panthers. Nem me pergunte o que diabo é um Touchdown, e nem quanto vale. Aliás, o que vale alguns itens eu mostro pra vocês.

Vamos lá (*)

- preço médio de um ingresso (US$ 6.008)
- foram apostados no evento (US$ 126 mi)
- gastos para a construção do Levi's Stadium (US$ 1,2 bi)
- nº de países/territórios que transmitiram o show (230)
- preço de um comercial de 30 segundos (US$ 5 mi)

E no intervalo do jogo ainda teve um show com duas bandas e a linda Beyoncé roubando a cena. Sem contar que no início a  mega pop Lady Gaga mandou ver no hino nacional dos Estados Unidos. E por que tudo isso. Porque, daqui a alguns dias teremos a volta do velho Aluizão, abrindo as portas para os jogos em 2016.

E, claro que a comparação é um absurdo. Mas pelo amor de Deus, esqueçam aquela coisa de botar nas preliminares dos jogos do Genus e do Rondoniense um bocado de master's - não tenho nada contra os veins, como eu - mas, sejamos um pouco inventivo. Que tal uma meninada, como já cheguei a apregoar na época dos meninos da vila.

Ainda bem que os amigos Jota Lima e João Dalmo (radialistas como este cabeçudo aqui), teem ideias parecidas - tomara que tenham perdido o besteirol do Faustão - e, assistido à final do Super Bowl 50.

Fonte: (*) walletHub

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arbitragem para 3ª rodada do Sub-20

A Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Estado de Rondônia (FFER), divulga a escala dos árbitros e assistentes para os jogos vá...